Paulo Zanotto é eleito presidente do Sismupi

Presidente Paulo Zanotto e vice Dejalmo Sacon comemoram vitória nas urnas

Presidente Paulo Zanotto e vice Dejalmo Sacon comemoram vitória nas urnas

O agente de endemias, Paulo Zanotto, é o novo presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Pitanga (Sismupi). A eleição ocorreu na sexta-feira, dia 23 de outubro, sendo que as urnas estiveram abertas das 8h30 às 17h00 na sede do sindicato em Pitanga e também nas cidades de Mato Rico, Santa Maria do Oeste, Nova Tebas e Boa Ventura do São Roque, que são áreas de abrangência do sindicato. A secretária da comissão eleitoral, Regiane Farren, comenta que a participação foi considerada muito boa e cerca de 600 associados estavam aptos a votar. A diretoria eleita terá mandato de três anos.

Ela ressalta que a participação dos servidores municipais nos destinos da entidade sindical é fundamental para que o Sismupi continue forte e atuante. Além da participação nas eleições, é fundamental que os associados acompanhem as ações do sindicato e fortaleçam a luta pela preservação dos direitos. “Estamos passando por momento bem turbulento, em que o servidor público está sendo mal visto e taxado de sanguessuga e vagabundo, mas é o funcionário público que dá sustentação para ações do poder executivo, como o desenvolvimento de atividades na saúde e na educação, por exemplo”, cita a secretária Regiane Farren.

Ela comenta que o Sismupi tem a prerrogativa de defender os servidores municipais e, para isso, precisa que os funcionários que ainda não são associados façam sua adesão, para que o sindicato continue forte na defesa dos direitos dos servidores. “O sindicato não é coisa de vagabundo, mas sim de pessoas trabalhadoras, que lutam pelos direitos e não somos nós que estamos quebrando ou onerando o Brasil”, ressalta.

A votação para a escolha da nova diretoria foi encerrada às 17h00 e, logo após, ocorreu a contagem dos votos. A chapa 1, encabeçada por Paulo Zanotto, teve 225 votos nos cinco municípios da área de atuação do Sismupi. A chapa 2, que era encabeçada pelo então presidente Enetes Teixeira do Nascimento, teve 141 votos.

O presidente eleito Paulo Zanotto disse ao Paraná Centro que a vitória não é apenas dele, mas de todos que participaram da chapa, de forma direta ou indireta. “É fruto de muito trabalho por parte de pessoas extremamente competentes, que me auxiliaram nesse projeto de uma gestão de renovação, onde toda a equipe está comprometida para trabalhar na busca de melhorias para todos os servidores”, disse.

Ele frisa que, durante sua gestão, pretende manter as boas práticas do Sismupi e ir renovando-as no decorrer do tempo. Também pretende facilitar a fiscalização prestada pelo sindicato, ampliar a rede de proteção aos servidores e impedir que eles venham a ser lesados. “Buscarei parcerias com as secretarias municipais para prestar uma assistência de qualidade aos servidores, com auxílios e incentivos nas áreas de saúde, capacitação profissional, lazer e cultura, entre outros serviços”, frisou.

Paulo Zanotto destaca que a relação com os prefeitos que forem eleitos ou reeleitos na área de base do sindicato será sempre de respeito e colaboração, buscando uma atuação efetiva, mas de forma incisiva em todas as ações de interesse dos servidores municipais. “Seremos a voz do trabalhador junto ao Poder Executivo Municipal”, comentou.

Ele acredita que a transição será tranquila e positiva, já que a responsabilidade é grande. “Com absoluta certeza enfrentarei muitos desafios, terei dificuldades em alguns aspectos, mas tenho ao meu lado pessoas capacitadas que irão me auxiliar em várias frentes, para construirmos um sindicato mais forte e atuante”, finalizou.

Antonio Bonassoli, Regina Alexandre, Regiane Farren, Sirlene Scuira e Sandra Chaicoski são representantes da comissão eleitoral

Antonio Bonassoli, Regina Alexandre, Regiane Farren, Sirlene Scuira e Sandra Chaicoski são representantes da comissão eleitoral

Comentários