Corregedor fiscaliza ações no fórum da Comarca de Ivaiporã

Desembargador José Augusto Gomes Aniceto

Desembargador José Augusto Gomes Aniceto

Durante a semana passada, mesmo com a pandemia, o fórum da Comarca de Ivaiporã passou por uma correição ordinária, coordenada pelo desembargador corregedor-geral José Augusto Gomes Aniceto. Nos dias 14 e 15 de outubro, os integrantes da corregedoria estiveram em Ivaiporã para o exame aprofundado dos trabalhos do fórum da Comarca, levantando números de processos, decisões proferidas, período de tramitação dos processos, entre outros.

Aniceto comenta que essa ação é algo normal e rotineiro nos fóruns do interior do Paraná e isso demonstra que a cúpula do Tribunal de Justiça tem uma grande preocupação com a justiça de primeiro grau e que o objetivo é aprimorar e melhorar o atendimento à população do interior. “Temos uma programação anual com pelo menos 60% de visitas presenciais, onde conversamos com magistrados, servidores, promotores, outras autoridades municipais e representantes da sociedade civil organizada”, ressalta.

Ele destaca que o objetivo sempre é melhorar os anseios da população e que essa é uma grande oportunidade de estar no interior, ouvir as pessoas, sejam críticas, sugestões e preposições da comunidade e procurar sempre aprimorar o serviço. “A ideia fundamental é realizar o pleno exercício da cidadania, sendo que o juiz sempre é o garantidor do pleno estado democrático dentro da comarca”, frisa.

O desembargador disse que esse foi um ano de muitos desafios, a pandemia da Covid-19 fez com que diversos setores sofressem muito com a doença e isso trouxe um gargalo em relação à questão dos processos, como também em situações de aglomeração em ambientes fechados e fez com que aumentasse o risco a todos. Aos poucos, os serviços da justiça estão sendo retomados. Em uma primeira fase, o fórum está funcionando com 25% de sua capacidade e, agora, o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, assinou um decreto autorizando o retorno de 50% dos funcionários para o trabalho nos fóruns. Ele não deu maiores detalhes sobre o resultado da correição em Ivaiporã, mas disse que se, eventualmente, for necessário algum apontamento, é possível esse tipo de ajuste com uma conversa com os magistrados e servidores, para estabelecer uma dinâmica para a conclusão desses processos.

José Augusto Gomes Aniceto já foi juiz da Comarca de Ivaiporã na década de 80 e ressaltou que a cidade hoje está mudada e que melhorou muito, principalmente, com relação à qualidade de vida da população.

Magistrados de Ivaiporã José Cacciacarro e Dirceu Gomes Machado Filho e o desembargador José Augusto Aniceto (ao centro)

Magistrados de Ivaiporã José Cacciacarro e Dirceu Gomes Machado Filho e o desembargador José Augusto Aniceto (ao centro)

Comentários