Propaganda eleitoral no rádio e TV começa na sexta-feira, dia 9

Chefe do cartório eleitoral, Rafael Santos, destaca mudança na propaganda eleitoral

Chefe do cartório eleitoral, Rafael Santos, destaca mudança na propaganda eleitoral

Nessa sexta-feira, dia 9 de outubro, o horário gratuito de propaganda eleitoral obrigatória tem início nas emissoras de rádio e televisão. No rádio, são dois horários, das 7h00 às 7h10 e das 12h00 às 12h10. Na televisão, o horário é das 13h00 às 13h10 e das 20h30 às 20h40. Os programas serão veiculados de segunda a sábado e, nesse ano, haverá apenas programa em rede para os prefeitos. As propagandas com os candidatos a vereador serão distribuídas nas inserções, que serão veiculadas pelas emissoras ao longo do dia.

Na segunda-feira, dia 5 de outubro, foi realizada uma reunião no cartório eleitoral de Ivaiporã com representantes das coligações nos municípios de Jardim Alegre e Lidianópolis, no período da manhã, e de Ivaiporã, no período da tarde, para o sorteio da ordem de veiculação da propaganda eleitoral no primeiro dia de campanha.

A distribuição do tempo de cada coligação segue o número de deputados federais de cada partido que compõe a coligação, além disso, 10% do tempo são divididos de forma igualitária entre todos os candidatos. Nessa sexta-feira, dia 9 de outubro, a primeira coligação a aparecer no horário eleitoral é a Pra Frente, Pra Todos, Novamente do candidato a prefeito Luiz Carlos Gil; na sequência será veiculado o programa do Partido dos Trabalhadores, do candidato Kleber Teixeira Ditikun; depois é a vez da Coligação Renovar é Preciso, do candidato Alex Papin e, no final é a vez da coligação Ivaiporã no Coração da Nossa Gente, do candidato a prefeito Miguel Amaral. No dia seguinte, a coligação cujo programa foi veiculado por último, passa a ser veiculado no início.

O chefe do cartório eleitoral, Rafael Paschoal Teixeira Santos, disse que a propaganda eleitoral segue até o dia 12 de novembro. Nessa eleição, a cidade de Ivaiporã conta com um canal de televisão, a Rede Humaitá, e um dos assuntos debatidos na reunião foi a utilização ou não do horário gratuito nessa mídia. “Como não houve consenso, ficou estabelecido que os partidos podem utilizar o tempo de rádio e TV conforme rege a lei eleitoral e, como essa programação demanda recursos, fica a critério de cada um utilizar ou não”, afirmou.

Propaganda eleitoral

Apesar da reunião não tratar especificamente da propaganda eleitoral em geral, Rafael Santos comentou com a reportagem do jornal Paraná Centro algumas mudanças que ocorreram entre a eleição municipal passada e a atual. Houve uma regulamentação no chamado som de rua. A partir dessa eleição, os carros de som só podem circular durante uma caminhada ou passeata do candidato, assim como o som, que só pode estar ligado no comitê do candidato, desde que esteja a mais 200 metros de hospitais, escolas e órgãos públicos. A divulgação de jingles e músicas de campanha, em carros de rua, fora dessas situações não é mais permitida.

Outra proibição é a utilização de cavaletes e também de propagandas que gerem o efeito de outdoor. A utilização de bandeiras é permitida, desde que sejam removíveis. Também não é permitida a participação de pessoas famosas em lives de candidato. As demais formas de propaganda, que havia nas eleições anteriores, estão permitidas.

Comentários