Vestibular da UEM está com inscrições abertas

Inscrições para processos seletivos da Uem ficam abertas até 11 de novembro

Inscrições para processos seletivos da Uem ficam abertas até 11 de novembro

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) abriu inscrição para o Vestibular de Verão e PAS 2020 nesta quarta-feira, dia 7 de outubro, com oferecimento de diversas vagas. No PAS/UEM 2020, para os inscritos na etapa 3 são oferecidas 747 vagas para ingresso em 2021, além de 2.989 vagas, resultado da soma das vagas do Vestibular de Inverno e do Vestibular de Verão 2020, sendo que 1206 dessas vagas são para cotistas sociais e negros.

As inscrições serão realizadas, exclusivamente, pelo site www.vestibular.uem.br, até 11 de novembro e somente serão homologadas após o pagamento do valor integral da taxa de inscrição, cujo prazo final será 13 de novembro de 2020. O valor da taxa é de R$ 160.

Já o Vestibular EAD, que tem 1030 vagas, abrirá inscrições no período de 21 de outubro a 30 de novembro.

As provas acontecem em Maringá, Apucarana, Campo Mourão, Cascavel, Cianorte, Cidade Gaúcha, Curitiba, Goioerê, Ivaiporã, Paranavaí e Umuarama.

A isenção de taxa poderá ser requerida de 7 a 15 de outubro de 2020, por meio do site ( http://www.cvu.uem.br/).

As provas do PAS serão realizadas no dia 21 de fevereiro de 2021, das 13h50 às 19h00, mesma data das provas do Vestibular EAD; as provas do Vestibular acontecem nos dias 21 e 22 de março de 2021, também das 13h50 às 19h00.

O resultado final do PAS e Vestibular de Verão da UEM 2020 será divulgado no dia 7 de maio de 2021, a partir das 10h00, exclusivamente por meio do site http://www.vestibular.uem.br/.

Cotas para negros

Este vestibular será marcado como o primeiro com o Sistema de Cotas para Negros, aprovado em novembro do ano passado na UEM, com a reserva de 20% das vagas de cada curso de graduação para candidatos negros (pretos e pardos). Este percentual é dividido em duas categorias, uma que estabelece 15% das vagas para candidatos negros de baixa renda e outra que define os 5% restantes para candidatos negros sem esse recorte social. Em números exatos, para este concurso serão 458 e 162 vagas nas duas categorias, respectivamente.

Além do sistema de cotas para negros, a UEM ainda reserva 20% das vagas em cada curso de graduação para cotas sociais, beneficiando candidatos que tenham cursado as quatro últimas séries do ensino fundamental e o ensino médio em instituição pública de ensino ou possua registro no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico) de família de baixa renda. No total são 566 vagas pelo sistema neste concurso.

Lembrando que os candidatos interessados em participar do sistema de cotas para negros ou sistema de cotas sociais de acesso aos cursos de graduação devem fazer a opção no ato de inscrição no Vestibular.

Campus Vale do Ivaí

No Campus Regional do Vale do Ivaí, localizado em Ivaiporã, os cursos ofertados nesses processos seletivos são Educação Física – Licenciatura – turno integral com 32 vagas, sendo 19 universais, 6 por cota social, 5 por cota negro/social e 2 cota negro; e Serviço Social noturno, também com 32 vagas distribuídas da mesma forma. “A universidade tem a capacidade de gerar conhecimento científico para a região do Vale do Ivaí, refletindo no bem estar da população”, disse Fernanda Errero, coordenadora do Campus Vale do Ivaí.

Isenção de taxas

A UEM concede isenção da taxa de inscrição para os dois concursos: Vestibular e PAS. Terá direito ao benefício o candidato que, cumulativamente, estiver regularmente cadastrado no CadÚnico para Programas Sociais do Governo Federal e seja membro de família de baixa renda, com ganhos de até meio salário mínimo por pessoa ou renda total familiar de até três salários mínimos mensais. Lembrando que o prazo final para entrega da documentação, que deve ser solicitada pelo site http://www.vestibular.uem.br/, é 15 de outubro, na secretaria do campus nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 13h30 às 17h30.

Comentários