Hospital São Vicente de Paulo recebe moderno aparelho para teste auditivo

Equipamento atenderá teste auditivos em recém nascidos

Equipamento atenderá teste auditivos em recém nascidos

O Hospital São Vicente de Paulo de Pitanga recebeu, recentemente, dois aparelhos de triagem auditiva, considerados os mais modernos para realização de testes auditivos em bebês recém-nascidos. Os aparelhos custaram cerca de R$ 59 mil, adquiridos por meio de emenda parlamentar direcionada pelo deputado federal Sérgio Souza.

A fonoaudióloga Melissa Danieli da Silva Martins comenta que esses equipamentos permitem ao hospital realizar dois principais testes avaliativos. Um deles se chama emissões otoacústicas, que é um exame realizado na orelha de todos os bebês até 48 horas após o nascimento, tendo ou não fatores de risco para perda auditiva. As crianças que não apresentarem uma resposta satisfatória ou tenham fatores de risco são automaticamente encaminhadas para o exame chamado Bera, que consegue aferir a integridade de toda a orelha interna e, com isso, determinar se existe ou não uma perda auditiva.

Melissa Martins informa que a integridade do sistema auditivo é de extrema importância para o desenvolvimento da educação humana, já que a audição é o caminho para a aquisição da linguagem e a privação desse sentido vai acarretar consequências irreversíveis em todo o desenvolvimento da criança. “Esses equipamentos serão usados na triagem auditiva neonatal e, com eles, é possível identificar uma perda auditiva precoce; e os estudos mais recentes mostram que as crianças diagnosticadas com perdas auditivas com até três meses de idade, e passando pela intervenção apropriada, conseguem desenvolver uma linguagem compatível com crianças ouvintes na mesma faixa etária”, disse a fonoaudióloga.

A diretora administrativa do Hospital São Vicente de Paulo, Izabela Korobinski, informou que o Hospital São Vicente de Paulo de Pitanga tem procurado aperfeiçoar os serviços e busca equipamentos com alta tecnologia e que irão proporcionar melhor diagnóstico aos pacientes. “O investimento em tecnologia é importantíssimo, principalmente, se tratando de vidas, pois dá mais segurança e promove o diagnóstico precoce da enfermidade”, disse a gestora.

Teste em recém-nascido ajuda no diagnóstico precoce

Teste em recém-nascido ajuda no diagnóstico precoce

Comentários