Agricultor denuncia incêndio em lavoura que pode ter sido criminoso

Área de trigo é atingida por incêndio na divisa entre Jardim Alegre e Arapuã

Área de trigo é atingida por incêndio na divisa entre Jardim Alegre e Arapuã

O agricultor Valdemar Tassi, proprietário rural na divisa dos municípios de Jardim Alegre e Arapuã, próximo à comunidade de BemTeVi, passou por um susto no início da madrugada da sexta-feira, dia 18 de setembro, quando recebeu a notícia que a palhada de trigo recém-colhida havia se incendiado e a causa provável era de um ato criminoso. O fogo teve início por volta da meia-noite e foram detectados cerca de 40 focos de incêndio, por uma extensão de 1.500 metros. “Acredito que seja criminoso, pois a cada 30 a 40 metros havia um foco e parece ter sido algo planejado, não foi um incêndio acidental de uma pessoa que deixou cair uma bituca de cigarro na beira da estrada, pois o fogo ocorreu no meio do talhão”, avaliou o produtor.

O prejuízo não foi maior porque os funcionários de uma propriedade rural próxima, que pertence à família Semchechen, rapidamente se mobilizaram e, usando tratores, grades aradoras e abafadores, conseguiram conter as chamas, evitando que ela se espalhasse para a área ainda não colhida, e chegasse a uma área de mata nativa ou que se espalhe para outras propriedades rurais.

Imagem da notícia.

Na manhã da sexta-feira, dia 18 de setembro, o produtor rural procurou o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) para informar a situação e também prestou queixa na Polícia Civil. Ele ressalta que a preocupação é que pessoas má intencionadas possam voltar a repetir a ação e colocar fogo em outras propriedades ou até mesmo na área que não foi colhida. “Só não pegou fogo porque o pessoal agiu rápido, mas as chamas chegaram a menos de 20 metros desse talhão”, frisou.

Tassi disse que não sabe quem possa ter provocado esse incêndio, já que não tem inimigos. Ele recebeu informação que também houve um incêndio semelhante em uma área dentro do Assentamento 8 de Abril.

Imagem da notícia.
Imagem da notícia.
Imagem da notícia.

Comentários