Educador infantil de Ivaiporã publica livro

Matheus Santos mostra livro Olhos de Sofia

Matheus Santos mostra livro Olhos de Sofia

O educador infantil da Secretaria Municipal de Educação de Ivaiporã, Matheus Santos, acaba de publicar o livro “Olhos de Sofia”, seu primeiro romance, editado pela Editora Chiado Books. A publicação pode ser adquirida pela página no facebook “livroolhosdesofia” e o autor procura parceiros para distribuição e comercialização do trabalho.

A ideia de escrever o livro surgiu após o autor, formado em Letras pela Univale, sofrer uma lesão durante uma partida de futebol, que o obrigou a ficar cerca de 20 dias sem colocar o pé no chão. A faculdade fez com que ele criasse gosto pela leitura, principalmente, pelo incentivo que recebeu dos professores.

Durante o período que ficou em recuperação, ele zerou a leitura dos livros que tinha e, sem condições de sair de casa para adquirir outros, começou a escrever seu próprio romance. “Comecei como um passatempo e, aos poucos, se tornou algo sério e, quando vi, já tinha escrito cerca de 100 páginas. Mandei o trabalho para uma amiga, que é bastante crítica, que gostou; criei coragem e mandei para minha noiva, que também gostou. A partir daí busquei alguém que pudesse publicá-lo”, disse.

Ele explica que “Olhos de Sófia” é um romance em que um rapaz se apaixona por uma moça, que tem um olhar marcante; daí saiu o título. “Mas essa personagem tem vários segredos e uma definição para ela seria um lobo em pele de cordeiro”, aponta o escritor.

Matheus disse que sempre foi elogiado pela qualidade do seu texto e que, agora, a ideia é se dedicar a outro trabalho, que é um livro sobre a Força Expedicionária Brasileira (FEB), que tem como temática a segunda guerra mundial. “O texto é uma história de ficção, ambientada em uma situação real e já tenho cerca de 50 páginas escritas. Vou ver a possibilidade de publicar isso também”, salienta.

A secretária municipal de Educação, Rose Sirço, destaca que é uma honra para a secretaria ter um profissional que faz parte dos seus quadros, tão talentoso e que consegue colocar esse talento na produção de um livro. Ela ressalta que, de certa forma, nos últimos três anos, o município realizou ações e projetos para incentivar a leitura e despertar o gosto pelos livros junto aos alunos e espera que, no futuro, mais pessoas se interessem em escrever e publicar seus livros.

Comentários