Pitanga começa a definir pré-candidatos

Eloy Ottoni Pauloski e Sargento Moraes

Eloy Ottoni Pauloski e Sargento Moraes

Em Pitanga, apenas duas convenções foram realizadas, definindo os primeiros candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores no município. Na quinta-feira, dia 10 de setembro, o PSD realizou a convenção e confirmou a pré-candidatura do atual prefeito Maicol Barbosa à reeleição. Ele terá novamente como companheiro de chapa o vice-prefeito Carlos Brandalise. A coligação ainda contará com o apoio PSB, MDB, Podemos, PSC e DEM. A coligação deve lançar entre 50 e 60 candidatos a vereador. No entanto, ainda existe a possibilidade que novos apoios possam ser agregados à coligação majoritária.

No sábado, dia 12 de setembro, foi a vez do PSL definir o nome do sargento Dirceu Moraes como pré-candidato a prefeito pelo partido. Ele terá como pré-candidata a vice-prefeita, a atual presidente da Câmara de Vereadores, Eloy de Lurdes Ottoni Pauloski, do Progressistas. Os dois partidos terão chapa completa com 20 candidatos a vereador. Ainda existe a possibilidade de outros partidos comporem a chapa majoritária.

As demais definições devem ocorrer nessa quarta-feira, dia 16 de setembro. O PTB e o Solidaridade realizam convenção na Câmara de Vereadores e devem referendar a pré-candidatura do vereador André Luiz de Oliveira para a prefeitura de Pitanga. O Patriotas também realiza convenção nessa quarta-feira e o empresário Claudemir Portugal Portes, o Cebinho, deve ser o pré-candidato a prefeito do partido. A principal indefinição até o final da terça-feira, dia 15 de setembro, é do PL (Partido Liberal). A convenção da legenda será realizada também nessa quarta-feira, dia 16 de setembro, no salão de eventos Celebrale. O partido deve definir entre o ex-prefeito Altair José Zampier e o ex-presidente da Acepi Sérgio Hey; porém, não está descartada uma composição com outros partidos de oposição ao prefeito Maicol Barbosa. Além do PL, também será realizada a convenção do Republicanos.

Maicol Barbosa e Carlos Brandalise

Maicol Barbosa e Carlos Brandalise

Comentários