Investimentos em saneamento em Lunardelli passam dos R$ 5 milhões

Poço artesiano é colocado em operação em Lunardelli

Poço artesiano é colocado em operação em Lunardelli

O município de Lunardelli recebeu uma série de investimentos no setor de saneamento, nos últimos três anos, e melhorou de forma considerável o acesso da população à água de qualidade e ao esgoto sanitário. Um balanço realizado pela prefeitura mostra que foram investidos cerca de R$ 5 milhões. Na implantação da rede de tratamento de esgoto, foram aplicados R$ 3,6 milhões, com recursos da Funasa (Fundação Nacional da Saúde), que estavam parados desde 2012. Apesar de, inicialmente, ter um custo mais alto para as pessoas pela inclusão do serviço de captação e tratamento de esgoto, esse investimento é fundamental ao longo dos anos, por diminuir a incidência de insetos dentro dos imóveis e também para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Há poucos dias, as ligações foram autorizadas e as pessoas já começaram a colocar seus imóveis na rede coletora de esgoto.

Outro investimento importante que já está em funcionamento é o poço artesiano, que coleta água diretamente do Aquífero Guarani, que foi perfurado há cerca de 15 anos. A captação ocorre a 574 metros de profundidade, mas quando chega à superfície, a temperatura da água está em torno de 34º C. A Sanepar precisou fazer um investimento, na ordem de R$ 1,5 milhão, para resfriar essa água e deixá-la própria para seguir para a rede de tratamento e distribuição.

O poço deve estar em funcionando nos próximos dias e a Sanepar já confirmou para a Prefeitura de Lunardelli que irá manter as duas estruturas em funcionamento, para garantir o abastecimento de água. Esse investimento da Companhia de Saneamento do Paraná é fundamental para garantir o abastecimento de água, quando o município voltar a receber turistas, assim que a pandemia causada pela Covid-19 acabar ou voltar o turismo religioso; assim, a cidade terá água suficiente para atender o consumo. Especialmente nos finais de semana e durante o mês de maio, o consumo era tão alto em Lunardelli que, por várias vezes, a Sanepar precisou utilizar caminhão pipa para levar água de outras cidades para atender o município.

Comentários