Paraná chega a 70 mil casos de Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta quarta-feira, dia 29 de julho, 1.517 novas confirmações e 71 mortes pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná acumula 70.155 diagnósticos positivos e 1.792 mortos em decorrência da doença.

Na região foram confirmados 39 novos casos pela Sesa, mas três casos (dois em Arapuã e um em Rosário do Ivaí) foram retirados da contabilidade total dos municípios. Os novos diagnósticos positivos ocorreram nas cidades de Ivaiporã (11), Pitanga (8), Borrazópolis (5), São Pedro do Ivaí (4), Mauá da Serra e Jardim Alegre (2) e um caso cada nas cidades de Roncador, Faxinal, Grandes Rios, Reserva, Ariranha do Ivaí, Nova Tebas e São João do Ivaí.

1.273 pacientes com Covid-19 estão internados hoje. 984 pacientes estão em leitos SUS (428 em UTI e 556 em leitos clínicos/enfermaria) e 289 em leitos da rede particular (110 em UTI e 179 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 973 pacientes internados, 448 em leitos UTI e 525 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

A secretaria estadual informa a morte de 71 pacientes, todos estavam internados. São 35 mulheres e 36 homens, com idades que variam de 28 a 92 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 27 de junho e 29 de julho. Os pacientes que faleceram residiam em: Curitiba (19), Maringá (6), Londrina (3), Fazenda Rio Grande (3), Umuarama (2), São Miguel do Iguaçu (2), São José dos Pinhais (2), Colombo (2), além de um óbito em cada um dos seguintes municípios de Adrianópolis, Almirante Tamandaré, Apucarana, Arapongas, Araucária, Centenário do Sul, Cerro Azul, Floraí, Floresta, Foz do Iguaçu, Itaipulândia, Itambé, Lapa, Mandirituba, Medianeira, Nossa Senhora das Graças, Ortigueira, Paiçandu, Paranaguá, Pato Branco, Pérola, Piraquara, Porecatu, Rio Branco do Sul, São João do Ivaí, São Mateus do Sul, Sarandi, Siqueira Campos, Tabejara, Telêmaco Borba, Toledo e Wenceslau Braz.

Comentários