Ivaiporã adere ao consórcio que permite aos agricultores vender produtos em 30 municípios

Vitória Holzmann, Carlos Santos e Miguel Amaral falam sobre vantagens do Cid Centro

Vitória Holzmann, Carlos Santos e Miguel Amaral falam sobre vantagens do Cid Centro

A Prefeitura de Ivaiporã aderiu ao Consórcio Público Intermunicipal de Atenção à Sanidade Agropecuária, Desenvolvimento Rural e Urbano Sustentável da Região Central do Estado do Paraná (Cid Centro), que é formado por 30 municípios. O Cid Centro facilita a comercialização de produtos de origem animal entre as 30 cidades, e amplia a área de abrangência da certificação municipal.

O prefeito de Ivaiporã, Miguel Amaral, recebeu a chefe do Núcleo Regional da Seab, Vitória Maria Montenegro Holzmann, e o médico veterinário do Deagro (Departamento de Desenvolvimento Rural Sustentável) da Seab de Ivaiporã, Carlos Eduardo dos Santos, e falou sobre as vantagens do Cid Centro e as mudanças no Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA).

É uma importante ferramenta para os pequenos produtores comercializar os próprios produtos e com menos burocracia."
prefeito Miguel Amaral

Conforme Vitória Holzmann e Carlos Santos, os produtores do município de Ivaiporã que comercializam leite (derivados), embutidos, peixe, carne e mel, por exemplo, podem comercializar nos demais 29 municípios que integram o Cid Centro, quer seja em feiras, mercados ou supermercados, mediante o cumprimento das medidas sanitárias – além da exibição do selo de qualidade nos produtos.

Vitória Holzmann explicou que o Ministério da Agricultura avaliou 38 Consórcios Públicos Intermunicipais de Atenção à Sanidade Agropecuária, Desenvolvimento Rural e Urbano Sustentável no Brasil e classificou apenas 12 – Cid Centro foi o único classificado no Paraná, permitido a comercialização de produtos de Guarapuava a Pitanga, passando por Ivaiporã, São João do Ivaí a Faxinal.

Na quarta-feira, dia 15 de julho, serão comercializados produtos de Nova Tebas (frango) e de São João do Ivaí (peixe) no Paraná Supermercados, às 14h00. Devido ao período de pandemia do coronavírus (Covid-19), o número de produtores foi reduzido para evitar aglomeração e poder comercializar naquele estabelecimento. No entanto, a exposição e venda são realizadas em outros municípios e estabelecimentos.

Comentários