Cooperativa começa a atuar em barracão cedido pela Prefeitura de Jardim Alegre

Integrantes da Cocavi e da Seab posam para foto em Jardim Alegre

Integrantes da Cocavi e da Seab posam para foto em Jardim Alegre

A Cocavi (Cooperativa de Comercialização Camponesa do Vale do Ivaí) participou, recentemente, de uma chamada pública, promovida pela Prefeitura de Jardim Alegre, para a cessão de uso de um barracão do município para a instalação de uma agroindústria. O investimento no local ficou em R$ 404 mil, por meio de projeto aprovado pelo Governo do Estado do Paraná, que contemplou a reforma e adequação do espaço, fez aquisição de equipamentos e mobiliário e de um veículo para a cooperativa. Ainda sem ser inaugurado oficialmente, o espaço começou a operar para que abrir um diálogo entre a cooperativa e os produtores rurais. Segundo o coordenador do projeto de agroindústria da cooperativa, André Luiz Lazarin (Cabelo), o projeto ainda está em fase experimental, já que as máquinas adquiridas ainda não chegaram. No entanto, os agricultores familiares que tiveram interesse em se associar, podem procurar o espaço para preencher a ficha de cooperação. Atualmente, a cooperativa já conta com uma carteira de 30 clientes em municípios do entorno, o que garante uma comercialização de 10 toneladas de alimento in natura por mês.

Apesar de ser criado dentro do Assentamento 8 de Abril, o estatuto possibilita que agricultores familiares de outros municípios possam fazer parte. Atualmente, participam produtores de Ivaiporã, Lunardelli, Lidianópolis, Godoy Moreira e Arapuã, e de outros bairros de Jardim Alegre. “Os agricultores familiares estão em uma realidade muito parecida com os produtores do Assentamento, que precisam que seus produtos sejam valorizados e de uma boa organização para alcançar novos mercados”, ressalta.

A cooperativa também assinou convênio com a Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (Seab) para o fornecimento de alimentos para o Programa Compra Direta Emergencial. A proposta apresentada pela cooperativa é para o fornecimento de doces, pães, frutas, hortaliças e legumes, para duas entidades de Jardim Alegre.

A assinatura do convênio foi realizada na quinta-feira, dia 25 de junho, com a presença do prefeito José Roberto Furlan; do presidente da Câmara de Vereadores de Jardim Alegre, Vanderley Rubens de Castro (Pinguinha); da chefe do núcleo regional da Seab de Ivaiporã, Vitória Holzmann; além de representantes do Assentamento 8 de Abril.

“Esse programa vai suprir uma dificuldade de conseguir escoar a produção, já que os canais normais da economia deram uma freada com a pandemia; além disso, o programa tem um elemento importante, pois os alimentos vão direto para as famílias carentes ”, frisa André Lazarin.

Alimentos prontos para consumo

A cooperativa deve receber quatro equipamentos para o processamento dos alimentos como centrífuga, descascador, picador e embaladora, para que os alimentos possam ser processados e apresentados ao mercado prontos para o consumo. Hoje, o consumidor procura alimentos lavados, cortados e em porções, prontos para o consumo, que é uma tendência das grandes cidades.

A chefe da Seab, Vitória Holzmann, agradeceu o apoio da assistência técnica tanto da prefeitura como da Seab e também parabenizou a cooperativa, que tem corrido atrás desse programa, que vem para ajudar as associações e cooperativas, como uma forma de se organizarem. “O Governo do Estado tem a intenção de ampliar essas propostas de trabalho com as cooperativas e associações”, ressalta.

O prefeito de Jardim Alegre, José Roberto Furlan, disse que o barracão estava abandonado e, por meio do chamamento público, os produtores do Assentamento 8 de Abril fizeram a integração com outros das demais comunidades de Jardim Alegre para sua utilização. “Temos que destacar o apoio da Câmara de Vereadores e que intuito é continuar abraçando a causa e fazendo o melhor para Jardim Alegre e nosso povo”, ressalta.

Comentários