Acisi e Codesi lançam plataforma Solidariza Ivaiporã

A Associação Comercial Industrial e Serviços de Ivaiporã (Acisi) e Conselho de Desenvolvimento Sustentável de Ivaiporã (Codesi), em parceria com o Instituto Federal do Paraná (IFPR) campus Ivaiporã, Conselho das Associações de Moradores de Ivaiporã (Cami) e o Departamento Municipal de Assistência Social de Ivaiporã estão lançando a plataforma Solidariza Ivaiporã. O coordenador do Codesi, Marcus Wielewski, explica que esse é um dos primeiros projetos que está sendo desenvolvido em parceira com o IFPR, visando ajudar entidades e pessoas físicas a fazerem com que suas doações e contribuições cheguem ao maior número possível de pessoas.

A plataforma está sendo desenvolvida por alunos e professores do campus do IFPR de Ivaiporã e surgiu da falta de informações sobre as famílias e bairros que estão sendo beneficiados durante a pandemia da Covid-19. “Estivemos em uma reunião com o presidente do Cami, Jair Burato, que nos informou que algumas famílias já receberam de três a quatro cestas básicas, doadas por entidades diferentes, e algumas ainda não receberam nada”, relata. Isso acontece porque algumas entidades estão fazendo a doação diretamente às famílias, sem passar pelo CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), órgão que poderia direcionar e organizar as doações. “Nosso objetivo é equilibrar para que as pessoas e entidades possam distribuir as doações de maneira uniforme”, ressalta.

A ideia é que o site esteja no ar dentro de 40 dias, mas nesse primeiro momento, a Acisi está solicitando às entidades e pessoas físicas que fizeram doações para famílias carentes que entrem em contato pelo e-mail [email protected] para reunir essas informações iniciais e saber onde houve mais doações ou onde não houve doações, para direcionar para os que mais necessitam no momento.

O Codesi identificou pelo menos 10 entidades que já realizaram ações diretas com as comunidades e a ideia é que o site seja informativo e possa auxiliar quem pretende contribuir com a população mais carente.

Wielewski ressalta que as pessoas que precisam de doação devem entrar em contato diretamente com o Departamento Municipal de Assistência Social, que atenderá as famílias necessitadas. “Quem quiser fazer doações poderá pesquisar no site ou entrar em contato com os presidentes de associações de moradores, que poderão ajudar no direcionamento das ações e na distribuição dos donativos”, comenta Marcus.

Comentários