Corpus Christi é celebrado de maneira diferente em Ivaiporã

Carreata com Santíssimo é acompanhada pelos fiéis

Carreata com Santíssimo é acompanhada pelos fiéis

A solenidade de Corpus Christi foi celebrada de uma maneira diferente em Ivaiporã na quinta-feira, 11 de junho. Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e seguindo as recomendações do decreto da Prefeitura Municipal para que não haja aglomeração de pessoas, a Santa Missa, conduzida pelo padre Nivaldo Pereira do Nascimento, foi assistida por uma quantidade reduzida de fiéis na Paróquia Espírito Santo, que teve 30% da capacidade da igreja liberada, como já vem acontecendo desde maio. Os participantes da missa presencial tiveram que manter o distanciamento e usar máscaras, além de higienizar as mãos com álcool gel.

Quem não pôde estar presencialmente no templo religioso acompanhou a missa de maneira remota, com transmissões online pelas redes sociais, mesma prática que vem sendo adotada pelas paróquias Bom Jesus e Santíssima Mãe de Deus, que ainda não liberaram a presença de público nas celebrações eucarísticas.

Depois da adoração e da distribuição da Eucarístia, a tradicional procissão foi motorizada. Em carreata, o Santíssimo Sacramento passeou pelas ruas do município, pedindo proteção para todas as vítimas da Covid-19, abençoando os hospitais e as comunidades das três paróquias. Já a confecção dos tradicionais tapetes, feitos de serragem representando símbolos e cenas importantes da fé católica, ficaram para o ano que vem.

Mesmo de forma adaptada e com todos os cuidados que devem ser tomados neste período, o padre Nivaldo destacou a importância de manter a tradição da celebração de Corpus Christi. “É uma tradição antiga da igreja católica que enfatiza a vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo por meio do corpo e sangue, e não mais pelo pão e vinho”, enfatizou o pároco.

Comentários