Sanepar inicia construção da nova Estação de Tratamento de Esgoto em Ivaiporã

Obras da nova Ete estão sendo iniciadas

Obras da nova Ete estão sendo iniciadas

Com investimentos de R$37,3 milhões, a Sanepar irá executar 84,4 km de rede coletora, 3 estações elevatórias e a Estação de Tratamento de Esgoto – beneficiando 5.800 famílias e elevando o índice de atendimento da rede de esgoto de 14,5% para cerca de 50%, em dois anos.

Além da rede coletora, serão executados mais 12.666,49 m de interceptores e linhas de recalque, totalizando mais de 97 km de obras lineares. Serão construídas ainda três elevatórias, que terão por finalidade o envio dos efluentes captados pela rede à estação de tratamento.

A obra de construção da ETE tem previsão de ser construída em dois anos, segundo calcula o mestre de obras da Maper Construtora Civil e Incorporadora, Wagner Nunes Pereira.

O engenheiro civil, coordenador de engenharia da construtora e um dos responsáveis pela obra, Douglas Fortunato de Carvalho, comenta que se trata de uma obra de alta complexidade e terá várias frentes de trabalho simultâneas e, por esse motivo, ele estima a contratação de aproximadamente 150 trabalhadores diretos para atuar na construção e implantação da rede coletora de esgoto, interceptores, linhas de recalque, 3 estações elevatórias de esgoto e na estação de tratamento. A Sanepar calcula que será gerada uma quantidade considerável de empregos indiretos durante as obras.

Especificamente sobre a ETE, Douglas Carvalho explica que ela terá uma capacidade de tratar 50 litros por segundo de efluentes e será implantada em uma área de cerca de 22.000 m². Contará com um sistema de pré-tratamento moderno na chegada do efluente, dois reatores anaeróbios (UASB’s), dois filtros biológicos, dois decantadores, uma estação elevatória de lodo, 20 leitos de secagem e um barracão para pós-tratamento do lodo com 1824 m² de área. A estação poderá ser ampliada no futuro e contar com até mais cinco leitos de secagem e dois filtros biológicos. “É uma obra que terá a capacidade de suportar o crescimento da cidade de Ivaiporã por muitos anos”, avalia.

Ele ressalta também que a construção da rede coletora já teve início e será dividida por bacias, sendo que a primeira contempla a região entre as ruas Apucarana e Avenida Getúlio Vargas. A Sanepar está distribuindo informe aos moradores com as instruções sobre a implantação das redes, mas a ligação efetiva da rede coletora com as residências só irá acontecer com a autorização da Sanepar.

A ordem de serviços para construção da Estação de Tratamento de Esgoto foi assinada, em abril, pelo prefeito de Ivaiporã, Miguel Amaral; diretor-presidente da Sanepar, Cláudio Stabile; diretor de investimentos, Joel de Jesus Macedo; diretor comercial, Toco Zanetti; e pelo deputado estadual Artagão Júnior.

Artagão Júnior, Claudio Stabile e Miguel Amaral assinam ordem de serviço das obras

Artagão Júnior, Claudio Stabile e Miguel Amaral assinam ordem de serviço das obras

“A obra é muito importante para a saúde da população. Além disso, os investimentos previstos pela Sanepar irão refletir no desenvolvimento econômico do município. Afinal, um dos fatores que atrai investidores é justamente o saneamento básico”, disse Miguel Amaral, que agradeceu ao governador Carlos Massa Ratinho Júnior, diretor-presidente da Sanepar, Cláudio Stabile, deputados estaduais Alexandre Curi, Artagão Júnior e Ademar Traiano, e ao deputado federal Sérgio Souza pelos investimentos realizados no município de Ivaiporã.

Conforme o diretor-presidente Cláudio Stabile, a Sanepar continua investindo por considerar que o saneamento é saúde preventiva.

Deputado Alexandre Curi comemora conquista para Ivaiporã

Deputado Alexandre Curi comemora conquista para Ivaiporã

Comentários