Fator de risco para Covid-19, obesidade é mais comum entre não praticantes de atividade física

Educador físico explica importância do exercício no combate à obesidade. Por: Divulgação

Educador físico explica importância do exercício no combate à obesidade

Fonte: Divulgação

Por causa da pandemia do novo coronavírus, muito tem se discutido sobre quais grupos de risco têm maior probabilidade de se infectar pela Covid-19. As comorbidades (doenças pré-existentes) como hipertensão, diabetes e doenças cardiovasculares são fatores de risco importante neste sentido e todas estão associadas à obesidade que, consequentemente, acaba se tornando também um fator de risco para a doença.

Estudos mostram que pelo menos 20% da população brasileira está obesa e que mais da metade desse total se encontra acima do peso. Sendo assim, a prática regular de exercícios físicos é fundamental e traz muitos benefícios, pois além de diminuir o grau da obesidade, ajudará a fortalecer o sistema imunológico, podendo assim proporcionar uma resposta mais eficiente contra diversos casos de infecções, inclusive as causadas pela Covid-19.

“Por isso, não deixe de praticar atividade física regularmente e sempre procure um profissional da área para auxiliar”, explicou o personal trainner e instrutor da Academia de Ginástica Multifuncional do Sesc Ivaiporã, Reginaldo Luiz.

Comentários