Regional de Saúde de Ivaiporã recebe 600 testes rápidos para a Covid-19

Teste rápido apresenta o diagnóstico em torno de 15 minutos

Teste rápido apresenta o diagnóstico em torno de 15 minutos

A 22ª Regional de Saúde de Ivaiporã recebeu, na semana passada, 600 testes rápidos, repassados pela Secretaria de Estado da Saúde, em parceria com o Ministério da Saúde, que serão aplicados conforme a nota técnica 7/2020. Segundo a chefe da 22ª Regional de Saúde, Eleane Rother, o público prioritário para a utilização desses testes são profissionais de saúde com diagnóstico de síndrome gripal; profissionais de segurança pública também com síndrome gripal; e pessoas que residem na mesma casa desses profissionais em atividade; potenciais doadores de órgãos e óbitos suspeitos de Covid-19, sem coleta de amostras, que tenham tido resultado negativo ou com coleta de amostras em andamento.

Todos os municípios já receberam os kits para a realização dos testes rápidos, sendo que Ivaiporã recebeu a maior quantidade entre todos os municípios da 22ª regional de Saúde. A orientação é que as secretarias municipais de saúde apliquem os testes conforme a orientação da nota técnica, tendo em vista que a quantidade é bem limitada. A grande vantagem desse teste é a rapidez do diagnóstico, ou seja, dentro de 15 minutos os profissionais de saúde já têm o resultado do teste.

Eleane Rother explica que em caso positivo do exame, o paciente precisa ficar 14 dias em isolamento domiciliar, contanto a partir do início dos sintomas e esses resultados também serão informados para a Secretaria Estadual de Saúde. “Em nossa região, infelizmente, já tivemos 4 óbitos, temos que nos manter sempre vigilantes e não é o momento de afrouxar as medidas de distanciamento social e de etiqueta respiratória, com o uso de máscaras e cuidados com a higiene das mãos e, principalmente, para as pessoas do grupo de risco, sair somente quando que for extremamente necessário”, cita Eleane Rother.

Apesar de ainda não ter a previsão da chegada de novos testes rápidos, ela acredita que o Governo do Estado está trabalhando intensamente no processo de testagem cada vez maior da população.

Comentários