IFPR de Pitanga trabalha na produção de sabonete líquido para população carente

O Instituto Federal do Paraná (IFPR), campus Pitanga, em parceria com o Rotary Club de Pitanga Avante, está desenvolvendo um projeto para a produção de álcool gel e sabonete líquido para doação às famílias carentes do município e instituições que estão à frente do combate à pandemia da Covid-19. Nos próximos dias, a instituição de ensino irá receber uma dosadora, que possibilitará o envase da produção de sabonete líquido e álcool gel. O presidente do clube de serviço, Joelson Iasunik, ressalta que o clube investiu cerca de R$ 6 mil no equipamento, que é considerado moderno e permite o envase de quantidades que variam entre 50 mililitros até 5 litros. Os recursos para essas ações foram conseguidos por meio das diversas promoções realizadas pelo clube.

Iasunik comenta que a ideia é fazer uma parceria duradoura com o Instituto Federal e um dos projetos que já está sendo trabalhado é a produção de sabão em barra, a partir da reciclagem do óleo usado de cozinha. “Vamos trabalhar de forma colaborativa e produtiva, nesse momento muito importante e de muita dificuldade pela qual passa a sociedade”, ressalta.

O diretor do campus Pitanga do Instituto Federal do Paraná (IFPR), Márcio Gonçalves dos Santos, salienta que, com essa parceria, será possível a produção de mil litros de sabonete líquido. Além do apoio do Rotary Pitanga Avante, a instituição recebeu uma doação de 2 mil embalagens plásticas de uma agroindústria de cachaça, de propriedade do produtor Vicente Oniczko, que serão utilizadas no envase da produção.

A envasadora adquirida pelo Rotary Pitanga Avante, após a pandemia da Covid-19, será utilizada pelos alunos do curso de Licenciatura em Química e de Tecnologia na Produção de Alimentos, para a realização de vários projetos de extensão, que irão beneficiar a população de Pitanga e região.

Santos destacou a relevância social destes projetos. “Em um momento como esse, de pandemia e calamidade pública, a participação dos servidores do IFPR é primordial. Esperamos, por meio dessas iniciativas, fomentar o desenvolvimento científico, demonstrar o papel dos servidores públicos na sociedade, que muitas vezes são desvalorizados, e fortalecer o diálogo com a população”, finalizou.

Comentários