Cardiologista inicia atendimento em Ivaiporã

Cídio Henrique retorna para atendimento em Ivaiporã

Cídio Henrique retorna para atendimento em Ivaiporã

Ivaiporã tem agora um promissor e capacitado jovem médico para o atendimento de toda a região, trata-se do cardiologista Cídio Henrique Gabriel Botelho, filho do respeitado médico clínico geral Cídio Botelho, que está com atendimento na Rua Mato Grosso, 785.

Formado pela Unioste de Presidente Prudente, após seis anos de estudos, ele fez residência em Clínica Médica e especialização em Cardiologia na Santa Casa de Londrina, durante quatro anos, e estágios na área em vários hospitais de Londrina, como Hospital Evangélico, Mater Dei, Hospital do Coração, além de continuar atuando como plantonista na UTI do Mater Dei e da Clínica Davila em Rolândia.

Jogador de futsal com grande habilidade, desde criança, Cídio Henrique acreditou que poderia seguir carreira no esporte, mas alguns problemas na coluna e no joelho fizeram com que ele deixasse a carreira de jogador de lado e focasse na profissão do pai, que sempre foi exemplo para ele. No entanto, o futsal foi importante para que ele conseguisse uma bolsa de estudos no Colégio Londrinense, onde estudou a partir de 2005, fez cursinho e ingressou na concorrida faculdade e, após 15 anos de estudo e formação, volta à terra natal, onde pretende fazer uma carreira sólida e longa.

Esteira faz parte do teste ergométrico para vários diagnósticos

Esteira faz parte do teste ergométrico para vários diagnósticos

Ele ressalta que a Cardiologia envolve várias áreas e, para Ivaiporã, oferece alguns serviços como o MAPA, que verifica, durante 24 horas, a ocorrência e variação de pressão e pode-se observar a necessidade ou alteração de medicação para controle da pressão arterial.

O Holter é outro exame realizado pelo médico, também durante 24 horas, que possibilita a identificação de arritmia cardíaca ou palpitação, para um diagnóstico mais preciso. Dr. Cídio Henrique realiza ainda exames de eletrocardiograma normal e o teste ergométrico; “por meio deles é possível detectar a capacidade funcional e respiratória, se a pessoa consegue fazer um exercício físico de intensidade moderada ou alta, se ele reclama de uma dor no tórax, se tem relação com a algum problema cardíaco, se está tendo palpitação ou síncope, e tem alguma causa cardíaca ou não”, relata o médico.

Mapa e holter ajudam a monitorar pressão arterial e frequência cardíaca

Mapa e holter ajudam a monitorar pressão arterial e frequência cardíaca

Além destes exames, o cardiologista presta atendimento normal de consultório, onde avalia hipertensão, arritmia, avaliação de risco cardíaco entre outros. “É importante lembrar que, após os 40 anos, toda pessoa precisa fazer um checkup pelo menos uma vez por ano, já que a expectativa de vida tem aumentado e, com isso, as chances de hipertensão arterial, diabetes e infarto também aumentam”, ressalta.

Exemplo do pai

Cídio Henrique comenta que sempre teve o desejo de morar em Ivaiporã, criar sua família aqui e ajudar o pai no consultório. “Sei que ele trabalha muito e quero dar um descanso para ele, mas também quero criar minha identidade e ter minha carreira; sei como é a carreira de médico, sempre acompanhei meu pai nos consultórios e nos hospitais e tive o melhor professor possível dentro de casa”, comenta.

Ao lado do pai Cídio Botelho, cardiologista inicia atendimento para toda a região

Ao lado do pai Cídio Botelho, cardiologista inicia atendimento para toda a região

Comentários