Chefe do NRE de Ivaiporã orienta sobre aulas em casa

Valber Clarimundo destaca iniciativas para que alunos continuem estudando. Por: Arquivo

Valber Clarimundo destaca iniciativas para que alunos continuem estudando

Fonte: Arquivo

O chefe do Núcleo Regional de Ivaiporã, Valber Clarimundo, fez uma orientação sobre a Educação à Distância (EaD), adotada na rede pública de ensino do Paraná, em substituição às aulas presenciais que estão proibidas nesse momento, em função da pandemia da Covid-19.

Ele esclarece que as aulas à distância iniciaram no dia 6 de abril e, desde então, o Estado tem trabalhado no aperfeiçoamento no sistema e no incentivo para que as famílias desenvolvam essa cultura do aprendizado em casa e da participação mais efetiva dos pais no ensino dos filhos. “É muito importante a presença dos pais e responsáveis acompanhando e auxiliando os alunos no que for possível, nesse modelo de aprendizagem”, ressalta.

Para que os alunos tivessem acesso às aulas, a SEED (Secretaria de Estado da Educação e Desporto) está disponibilizando as aulas na TV aberta, através de três canais retransmitidos pela RIC TV, afiliada da Rede Record. Nos municípios onde não existe o sinal digital da TV, os alunos podem acompanhar as aulas através do Youtube e aplicativo Aula Paraná. A interação com o professor acontece no Google Classroom, que é a sala virtual do professor, que o aluno consegue acessar por e-mail. “Para garantir o acesso ao aplicativo, o governo do Estado tem garantido, de forma gratuita, o acesso à rede 3G e 4G para que aos alunos não consumam os créditos”, ressalta.

Para os alunos que não têm acesso à internet ou TV, as escolas preparam um material impresso, que é entregue a cada 15 dias, junto com o kit de alimentos, onde os alunos fazem as atividades em casa e, na outra quinzena, fazem a devolução das atividades realizadas para que o professor possa fazer a correção. “É muito importante criar a cultura do ensino em casa e ter momentos de aprendizagem, além do incentivo ao estímulo das aulas, já que elas estão com uma qualidade melhor, apesar de não substituir a presença e o trabalho do professor”, frisa.

Comentários