UEM atua em trabalhos de extensão em bairros de Ivaiporã

Projeto do Pca assiste crianças e adolescentes de bairros periféricos do município. Por: Divulgação

Projeto do Pca assiste crianças e adolescentes de bairros periféricos do município

Fonte: Divulgação

O Programa Multidisciplinar de Estudo, Pesquisa e Defesa da Criança e do Adolescente (PCA), vinculado à Pró-reitoria de Extensão e Cultura (PEC) da Universidade Estadual de Maringá (UEM), preocupado com as crianças vulneráveis atendidas pelos projetos de extensão do programa, continua com suas atividades durante o período da pandemia.

Por meio das redes sociais, os integrantes do projeto mantêm contato com os adolescentes, mães e avós da comunidade em que atuam, conversando sobre as medidas de isolamento, levando informações sobre a Covid-19, as características do coronavírus, além de informar os benefícios emergenciais oferecidos pelo poder público.

“Também estamos em contato com escolas e núcleo de educação, com o objetivo de verificar informações e disseminar as formas de acesso aos conteúdos escolares neste momento, além de estarmos solicitando ações dos conselhos de educação e de direitos da criança e do adolescente de Maringá e Ivaiporã, frente à defesa de direitos na pandemia”, esclareceu Paula Marçal, coordenadora do PCA.

Outra ação do programa é realizada por meio de um carro de som, que passa nos bairros mais carentes, levando informações de telefones importantes (como conselho tutelar, CRAS, disque 100) caso a criança ou adolescente precise de ajuda; além de levar à comunidade uma breve história com mensagem positiva para este período, visando atingir uma população que muitas vezes é privada de acesso à internet. “Em Ivaiporã também trabalhamos com cartazes na comunidade, contendo informações básicas sobre o conselho tutelar e o disque 100”, completou a coordenadora.

Comentários