Pitanga adota colocação de pulseiras coloridas para controlar quem deve ficar em quarentena

A Prefeitura de Pitanga está adotando uma forma de credenciamento para o controle das pessoas que estão de passagem pelo município e também aqueles que forem confirmados como casos positivos para a Covid-19. O município adotou barreiras sanitárias nas entradas de Pitanga e todas as pessoas que ingressarem no município recebem uma pulseira. Vendedores e entregadores de outras cidades, que estiverem de passagem por Pitanga, recebem uma pulseira laranja e podem ficar por até oito horas na cidade; eles são obrigados a informar os locais que irão visitar e as atividades que irão fazer, além de seguir as recomendações de prevenção contra a doença. Caso necessitem ficar mais que 8 horas em Pitanga é preciso uma autorização da Vigilância Sanitária e fazer um credenciamento.

Já as pessoas que vêm de outras cidades para visitar familiares, recebem uma pulseira amarela e precisam cumprir o isolamento domiciliar compulsório de sete dias. Essa pulseira também está sendo colocada em pacientes que apresentem sintomas respiratórios com atestado médico ou que estejam com suspeitas do vírus.

Já a fita vermelha é para quem for diagnosticado com a Covid-19 e terá que ficar em isolamento compulsório até que se recupere da doença.

Máscaras

No mesmo decreto, a prefeitura estabeleceu o distanciamento social, ou seja, devem permanecer em casa as pessoas acima de 70 anos, crianças com idade entre 0 a 12 anos, pessoas que tenham doenças imunossuprimidas de qualquer idade, portadores de doenças crônicas, gestantes e lactantes.

O decreto também estabelece o uso de máscaras como forma de evitar a transmissão comunitária da Covid-19. Para isso, fica obrigatório, a partir do dia 8 de abril, o uso de máscaras, mesmo que caseiras, para embarque no transporte público coletivo, uso em táxi ou transporte de passageiros, acesso a supermercados, farmácias e outros serviços essenciais, acesso a estabelecimentos comerciais e atividades em repartições públicas e privadas.

A fiscalização será feita pela Defesa Civil, Vigilância Sanitária e Fiscalização Geral do município, sem prejuízo das competências de fiscalização e controle, que podem também ser exercidas pela Polícia Militar e pelo Corpo de Bombeiros.

Comentários