Rosa Weber cria grupo de trabalho para projetar impactos da pandemia na eleição municipal

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Rosa Weber, anunciou na segunda-feira, dia 6 de abril, a criação de um grupo de trabalho para projetar os impactos da pandemia da Covid-19 nas atividades da Justiça Eleitoral, visando às eleições municipais de 2020. O objetivo do trabalho desse grupo é compilar dados e avaliar de forma concreta as condições materiais para a realização do pleito em outubro.

A maior preocupação da Justiça Eleitoral é com o cumprimento do calendário eleitoral, especialmente dos eventos que irão requerer a presença de público. Como, por exemplo, as convenções partidárias para as escolhas dos candidatos a prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, que acontecem a partir do mês de julho. Se a pandemia da Covid-19 se prolongar por mais alguns meses, pode ser inviável a realização dessas reuniões presenciais.

O prazo para filiação partidária terminou no dia 4 de abril e, pelo calendário eleitoral, o eleitor que quiser votar nas eleições precisa estar com o título regularizado até o mês de maio. No entanto, o atendimento presencial da Justiça Eleitoral só irá retornar a partir de 30 de abril no Paraná.

A Portaria prevê que, para a consecução dos seus objetivos, o Grupo de Trabalho poderá solicitar aos Tribunais Regionais Eleitorais informações sobre assuntos relacionados aos seus âmbitos de atuação.

Comentários