Pedidos de financiamento ao BRDE ultrapassam valor de 2019

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) contabilizou 735 pedidos de financiamentos no Paraná em apenas 13 dias – de 23 de março a 4 de abril. O montante das solicitações, que já supera R$ 1 bilhão, é superior ao valor de todos os pedidos espontâneos, em operações diretas, registrados em 2019.

De acordo com o diretor de Operações da agência paranaense do BRDE, Wilson Bley Lipski, a partir de 23 de março, muitos municípios começaram a decretar ações incisivas de combate ao novo coronavírus. “Com isso, algumas cidades determinaram o fechamento de estabelecimentos comerciais, limitação da produção empresarial e restrições no que diz respeito à circulação de pessoas. Antevendo a situação de crise e possíveis insustentabilidades nas empresas, muitos empresários já buscaram o BRDE a fim de obter apoio para garantir a sobrevivência dos negócios”.

Diante do considerável aumento de demanda, as estratégias para atender grande parte das solicitações já foram traçadas. A estimativa é de que pelo menos R$ 500 milhões serão supridos por linhas próprias do BRDE como, por exemplo, a linha Recupera Sul, que vai disponibilizar até R$ 150 milhões, e linhas tradicionais do BNDES e outras fontes, operadas diretamente pelo banco. Os pedidos abaixo de R$ 200 mil estão sendo encaminhados para a Fomento Paraná, que poderá atender dentro do Sistema Paranaense de Fomento.

“Esse é um momento que exige a participação e proatividade do BRDE. Estamos preparados para atender com agilidade e compromisso os novos pedidos e, também, oferecer um suporte ainda maior àqueles que já são clientes”, destaca o diretor administrativo do BRDE, Luiz Carlos Borges da Silveira.

Comentários