Consumidores procuram descontos na compra de ovos de chocolate

Promoções devem aumentar vendas de produtos de páscoa. Por: Antonello Nadal

Promoções devem aumentar vendas de produtos de páscoa

Fonte: Antonello Nadal

A Páscoa de 2020 será diferente dos últimos anos. Em meio ao isolamento social, por causa da pandemia do coronavírus (Covid-19), os supermercados já sentiram que a compra de ovos de chocolate não está entre as prioridades dos consumidores.

Faltando alguns dias para o feriado mais doce do ano, a estratégia adotada foi a de trabalhar com preços diferenciados, com objetivo de aliviar o estoque e aquecer as vendas, que estão abaixo do esperado pelo setor. Vale referir que, para o segmento de chocolates, essa é considerada a melhor época do ano, assim como é o Natal para o comércio.

A loja do centro do Paraná Supermercados, em Ivaiporã, começou a trabalhar com descontos para atrair os clientes a levarem produtos de páscoa para casa, conforme explicou o gerente Marcos Belli Aragão.

Segundo ele, antes da pandemia do coronavírus, havia uma grande expectativa para as vendas de ovos de chocolate. “A pandemia do coronavírus atrapalhou bastante, tendo em vista que as vendas de ovos de páscoa caíram, porque as pessoas estão mais preocupadas em comprar produtos de primeira necessidade. Além disso, muitos estão sem trabalhar e controlando mais os gastos nesse momento”, afirmou Marcos Belli.

Apesar de o cenário econômico ter mudado nas últimas semanas, por conta do fechamento das lojas, ele se mantém otimista que os preços promocionais chamem a atenção dos consumidores. “Nos últimos dias, as vendas deram uma reagida, devido à redução nos valores, com produtos vendidos a preço de custo ou até abaixo do custo. Muita gente que não ia levar ovos mudou de ideia pelos preços acessíveis, e acredito que, mesmo com a pandemia, até o final de semana conseguiremos zerar o estoque”, disse o gerente.

A engenheira civil Raquel Silva Rodrigues comentou que, mesmo em tempos difíceis, não deixa de levar ovos de chocolate para as crianças. “As crianças sentem falta e não posso deixar de levar, e só estou comprando ovos que vem com brinquedo dentro porque os preços estão reduzidos, caso contrário, compraria algo mais acessível”, garantiu a consumidora.

Comentários