Prefeituras adotam barreiras para dificultar a circulação entre as cidades

Municípios aderem a barreiras para evitar movimentação de pessoas

Municípios aderem a barreiras para evitar movimentação de pessoas

Praticamente todas as cidades da região central já adotaram barreiras sanitárias em suas entradas e isolaram acessos por vias rurais para facilitar a fiscalização das pessoas que chegam de outras cidades. Com o fechamento do comércio em praticamente todo o Paraná, apenas os serviços essenciais estão funcionando, para que ocorra a menor movimentação possível e que as pessoas acatem as recomendações médicas e fiquem em casa.

A orientação nas barreiras, de forma geral, é que os caminhões transportando produtos essenciais, como alimentos, remédios e combustíveis possam transitar sem restrições. Em Ivaiporã, por exemplo, pessoas que trabalham em serviços considerados essenciais e que são de outras cidades ou que saem para outras localidades conseguem passar pelo bloqueio no trevo principal sem problemas. Já aqueles que vêm de outras cidades, principalmente dos locais onde já existem casos confirmados da doença, a orientação é que retornem para suas cidades de origem, mesmo que tenham parentes em Ivaiporã. Pessoas que vêm para a cidade para acessar os serviços de saúde também estão sendo liberadas para ir a hospitais e clínicas.

Comentários