Nutricionista dá dicas de como ter uma alimentação saudável

Especialista dá dicas sobre alimentação saudável. Por: Divulgação

Especialista dá dicas sobre alimentação saudável

Fonte: Divulgação

Na próxima terça-feira, dia 31 de março, comemora-se o Dia Nacional da Saúde e Nutrição. A data faz parte do calendário do Ministério da Saúde e promove debates sobre nossas escolhas alimentares. Essas escolhas estão intimamente relacionadas à nossa qualidade de vida.

O Paraná Centro conversou com a nutricionista do Pronto Atendimento Municipal de Ivaiporã, Camila Santos, que lembrou que nossas escolhas alimentares afetam diretamente a nossa saúde, portanto é importante prestarmos atenção aos alimentos que escolhemos para consumo. Conforme a nutricionista, uma alimentação saudável é baseada em alimentos in natura e minimamente processados. Devido à correria do dia a dia, as pessoas orbitam pela praticidade dos alimentos ultraprocessados, deixando de lado os alimentos in natura. “Uma dica para que você não se renda aos alimentos ultraprocessados é a organização. Planeje sua semana, planeje suas refeições, compre frutas; carregue uma sempre consigo”, afirmou.

Além disso, o consumo diário de frutas e hortaliças pode retardar ou evitar as doenças degenerativas (ou crônicas não transmissíveis), que aparecem com o envelhecimento do organismo. Nossas células têm uma vida útil dentro de um ciclo e, com o tempo, envelhecem e sofrem alterações, que podem ser catalisadas por poluentes, radiação, substâncias químicas. Esses fatores, que aceleram os processos de envelhecimento celular, podem ser combatidos e minimizados pelas substâncias presentes nas frutas e hortaliças. “É uma questão de medida preventiva, o consumo de frutas e hortaliças fortalece o organismo a retarda os processos que acarretam em doenças degenerativas que, atualmente, manifestam-se cada vez mais cedo. Alimentação saudável é uma receita para uma vida saudável lá na frente”, orientou.

A nutricionista destacou que a nutrição vai muito além da perda de peso. Uma alimentação adequada e equilibrada é capaz de prevenir e auxiliar no tratamento de diversas doenças, como a obesidade, hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes mellitus, doença renal, esteatose hepática, entre outras. Além disso, os benefícios estéticos são claramente visíveis.

Ela esclareceu que a receita para uma alimentação saudável depende de nós mesmos. É preciso ter em mente que podemos comer o que quisermos, mas nem tudo convém, por isso é importante ter equilíbrio e bom senso para comer sem restrições.

Para quem pratica atividades físicas regularmente, a profissional afirmou que não é o pré e o pós-treino vão definir os ganhos, mas sim, a alimentação das 24 horas, sempre respeitando o corpo e as necessidades de cada um.

Segundo a nutricionista, comer quando sentir fome; beber no mínimo 2 litros de água por dia; fazer atividade física; planejamento; dormir bem de 6 a 8 horas de sono e ingerir mais alimentos in natura e menos industrializados são dicas essenciais para quem deseja adotar hábitos saudáveis.

Sobre a alimentação em meio à pandemia do coronavírus, Camila Santos alertou que ingerir alimentos ricos em vitamina C de forma isolada, como suco de laranja ou limão em jejum, não tem o poder de melhorar a imunidade. Segundo a especialista, o nosso sistema imunológico é muito complexo e requer mais que um alimento específico para se manter forte. “Precisamos ter um estilo de vida saudável, consumir alimentos saudáveis (quanto mais variado as cores do prato melhor). Evitar bebidas alcoólicas, cigarros, fazer atividade física, dormir bem, se hidratar. Ou seja, para melhorar sua imunidade serão vários fatores e não apenas uma água com limão que vai melhorar seu sistema imunológico. E sim uma dieta regrada e um estilo de vida saudável”, concluiu a nutricionista Camila Santos.

Comentários