GERUDISMO E GERÚNDIO

Imagem da notícia.

O gerundismo é o uso inadequado do gerúndio e tornou-se um vício de linguagem . Ele apareceu por conta de traduções ruins da língua inglesa e pelo uso corriqueiro e demasiado, prejudicando a comunicação verbal e escrita da forma correta do gerúndio.

O gerundismo dá a ideia de um futuro em andamento, uma ação duradoura que não será finalizada nunca; já o gerúndio usado na forma adequada, dá ideia de uma ação em andamento.

Exemplos de Gerundismo:

Eu vouestar anotando .

Vou estar ligando para a médica.

Vou estar providenciando os documentos.

Em que poderia estar ajudando?

O senhor vai ter que estar esperando .

Exemplos de Gerúndio:

Eu estou anotando .

Diego estava pagando a conta de luz.

Ela estava providenciando os documentos.

Juliana estava correndo pela manhã.

Paulo estava dormindo , quando a supervisora foi à sua casa.

Outro exemplo do gerúndio empregado na forma correta é quando ele expressa uma ação que ocorrerá durante outro processo e que terá determinada duração. Exemplo:

Não vá em casa nessa hora, porque eu vou estar estudando .

Amanda vai estar dormindo , até amanhã.

Danilo vai estar trabalhando até o final de semana.

Os preçosestão subindo todos os dias.

E agora, uma narrativa, a qual expressa perfeitamente esse tipo de situação do gerundismo:

Toca o telefone fixo (aliás, o fixo, ultimamente, só serve para receber essas ligações): era um rapaz muito simpático, da Embratel, a fim de fazer novo cadastramento do proprietário da linha telefônica.

– A senhora pode estar respondendo a duas ou três perguntas? Eu vou estar confirmando os dados... blablablá... Nossa empresa vai estar lhe informando blablablá... A senhora vai estar pagando diretamente em conta corrente...

– Espera aí, moço. Será que não dava para fazer algumas alterações nesse texto que você acaba de ler?

– Como assim?? [surpreso e assustado]

– É o seguinte [ identifiquei –me melhor e...]: em vez de usar o verbo estar com o gerúndio, por exemplo “estar respondendo”, você vai direto para o verbo principal: “responder”.

– Ah, eu uso o presente...

– Não é bem o presente, é o infinitivo. Assim: em vez de dizer “pode estar respondendo”, você diz pode responder; “vou estar confirmando” fica vou confirmar; “vai estar lhe informando” – vai lhe informar; “vai estar pagando” – vai pagar, e assim por diante.

– Está bem. Então posso estar continuando... ops!... pos-so con-ti-nu-ar [enfático] a mensagem?

– Vamos lá.

– A senhora vai... re-ce-ber em seu domicílio... [...]

Isso não quer dizer que o gerúndio seja abominável. Pelo contrário: ele pode e deve ser usado para expressar uma ação em curso ou uma ação simultânea a outra, ou para exprimir a ideia de progressão indefinida. Combinado com os auxiliares estar, andar, ir, vir, o gerúndio marca uma ação durativa, com aspectos diferenciados:

1) com estar, o momento é rigoroso:

Está havendo, hoje em dia, certo abuso...

Os preços estão subindo todos os dias.

2) com andar, predomina a ideia de intensidade ou movimento reiterado:

Andei buscando uma saída para a crise.

Andaram falando mal de ti.

3) com ir, a ação durativa se realiza progressivamente:

O tempo foi passando e nada de solução.

Aos poucos ela vai ganhando a confiança do patrão.

4) com vir, a ação se desenvolve gradualmente em direção à época ou ao lugar em que nos encontramos:

O livro não registra como tal expressão vem sendo usada pelos brasileiros.

A noite vai chegando de mansinho.

5) Outro exemplo do gerúndio empregado na forma correta é quando ele expressa uma ação que ocorrerá durante outro processo e que terá determinada duração. Exemplo:

Não vá em casa nessa hora, porque eu vou estar estudando.

Amanda vai estar dormindo, até amanhã.

Danilo vai estar trabalhando até o final de semana.

Os preços estão subindo todos os dias.

Em linhas gerais, o que ocorre é que, por desconhecimento, questão que a coluna sempre aborda em relação à Língua Portuguesa (sua complexidade), há pessoas as quais talvez imaginem que usando o gerundismo, estão se expressando de acordo com a norma padrão da LP, o que, como visto, não é o caso.

Até a próxima semana!

Comentários