Rotam recaptura dois fugitivos da cadeia pública de Ivaiporã

Buraco foi feito pelos bandidos para fugir da cadeia de Ivaiporã

Buraco foi feito pelos bandidos para fugir da cadeia de Ivaiporã

A equipe da Rotam da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar de Ivaiporã recaptou na tarde do domingo, dia 23 de fevereiro, na Rua Café Filho, no centro de Arapuã, dois homens que estavam nas proximidades de uma lanchonete. Os populares desconfiaram que eles poderiam ser foragidos da cadeia pública de Ivaiporã. Ao perceberem a aproximação da viatura, eles entraram no interior da lanchonete, mas foram rendidos pelos policiais e identificados como fugitivos da cadeia pública de Ivaiporã, sendo que conseguiram ganhar a liberdade forçada, na sexta-feira, dia 21 de fevereiro. Um terceiro suspeito chegou e ser abordado pelos policiais militares, mas ao checar os documentos junto ao Copom da 6ª CIPM, foi descartada a possibilidade do mesmo ser fugitivo da cadeia de Ivaiporã. O nome dos dois recapturados pela PM não foi divulgado.

Fuga

Na sexta-feira, dia 21 de fevereiro, detentos que ocupavam a cadeia pública de Ivaiporã conseguiram a liberdade forçada. Eles cavaram um túnel que saiu no pátio do Corpo de Bombeiros de Ivaiporã. Após várias contagens, 9 deles conseguiram fugir, sendo Paulo Cézar Coelho, Márcio do Nascimento Ireno, André Carvalho de Andrade, Arildo Araújo dos Santos, Fábio Lopes dos Santos, Lucas Oliveira de Souza, Paulo Henrique de Oliveira Leite, Claudinei de Almeida Carvalho, Rodrigo Pereira dos Santos, Nilson Ferreira da Silva e Joel Valdecir da Rocha Quadra. No entanto, graças à rápida intervenção dos bombeiros que estavam de plantão, um número maior de presos não conseguiu escapar. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, por volta das 3 da manhã, a guarnição de serviço percebeu a fuga e, nesse momento, saiu e já de pronto impediu a fuga de um preso que tentava evadir-se. Foi necessário disparo de arma de fogo como advertência e contenção com uso de força, e imobilização do meliante; os demais voltaram para dentro do túnel e, com isso, foi frustrada a fuga em massa. O bloco de onde eles cavaram abrigava cerca de 110 presos. Um bombeiro ficou na saída do túnel impedindo que mais detentos fugissem, e os outros controlaram os que estavam em fuga, até os agentes penitenciários e a PM chegarem ao local.

Bate-grade

Na noite do domingo, dia 23 de fevereiro, o SOE (Serviço de Operações Especiais) do Depen (Departamento Penitenciário do Paraná) realizou uma operação bate-grade dentro da cadeia local. Havia a suspeita que um novo túnel estava sendo escavado, já que os Bombeiros relataram um barulho muito intenso nas proximidades da corporação. Ao fazer a revista dentro das celas, os agentes do SOE encontraram apenas celulares e ferramentas artesanais. Os materiais foram recolhidos e encaminhados para a delegacia de Polícia Civil de Ivaiporã.

Rápida ação dos bombeiros evitou fuga de mais elementos

Rápida ação dos bombeiros evitou fuga de mais elementos

Comentários