Escrever certo nas redes sociais

Imagem da notícia.

As redes sociais são, para muitas empresas, um canal a mais para ‘conhecer’ um pouco o candidato que participa de um processo seletivo. Assim, os recrutadores verificam alguns aspectos comportamentais e também a escrita. Portanto, o cuidado para não cometer deslizes na Língua Portuguesa é fundamental.

Algumas pessoas entendem a internet como uma forma de promoção de sua imagem pessoal. No entanto, é preciso ficar claro que imagem não se restringe a fotos, mas sim ao estilo de vida, comportamento, formas de expor o que pensa... e isso tudo está em ambiente como um cartão de visitas.

Se, por um lado, existe a possibilidade de promover a imagem de forma positiva, por outro há um grande risco de se prejudicar na hora de conseguir um trabalho. Por isso, deve-se tomar muito cuidado na hora de escrever ou compartilhar uma publicação.

Para ajudar a não cometer erros e escrever corretamente, a coluna reitera algumas recomendações já transcritas, entretanto que sempre merecem estar em evidência:

- Há muitos anos/muitos anos atrás – nunca use há e atrás na mesma frase.  O correto é usar um ou outro: Estive em São Paulo   2 anos ou Estive em São Paulo  2 anos atrás .

- Nada haver/nada a ver - quando um assunto não tem relação com outro, usa-se nada a ver.  Haver é um verbo usado no sentido de existir e não pode ser usado para determinar a incoerência entre dois objetos. Deve haver  algum produto em promoção hoje. Chá não tem nada a ver com pizza.

- Mais/ mas - Mais é advérbio, contrário de menos: Coma mais devagar. Mas é conjunção e serve para mostrar contraposição de ideias: Quero ir, mas  não tenho dinheiro.

- Menos/menos - Menos é advérbio contrário de mais. Já a palavra menas não existe: Comprei menos batatas nesta semana.

- Meia/ meio - meia significa metade: Comi meia  maça. Meio significa um pouco: Acordei meio cansada hoje.

-Há/ a - o verbo haver é usado com o sentido de existir: Há muitos motivos para sorrir. Além disso, pode ser usado para indicar um tempo passado: Não visito meus tios   algumas semanas. Já a  é usado em todos os outros casos que não significam existir ou tempo decorrido: ela vai chegar daqui a pouco.

- Onde/ aonde - a expressão onde , como advérbio ou pronome, indica localização, usado em situações que não mudam de lugar: Onde  você nasceu?. Aonde indica movimento: Aonde  você vai?, na dúvida, substitua por para onde.

- Para mim/ para eu - os dois podem estar certos, mas, se você vai continuar a frase com um verbo, deve usar para eu: Empresta esse livro para mim?  ou Empresta este livro para eu  ler?.

- Agente/ a gente - agente é um substantivo, como agente  de trânsito. A gente é uma locução com significado de nós: Amanhã, a gente vai ao parque.

Repetição de palavras  – tente usar pronomes, conjunções, sinônimos, que possam ajudar a evitar as repetições. João foi à festa. Lá (na festa), ele (João) se divertiu muito.

Está claro que as redes sociais são ambientes informais, por isso, gírias e abreviações são permitidas. Mas, escrever errado demonstra falta de cuidado e de conhecimento. Dessa forma, outra dica importante é acessar dicionários e sites com orientações sobre gramática quando houver dúvidas, perfeitamente naturais.

Boa semana!

Comentários