Instituto Água e Terra abre 130 vagas em 13 áreas

A Secretaria de Estado da Administração e da Previdência, em parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, tornou público o Edital nº 29/2020 que estabelece as instruções para a realização do Concurso Público do Instituto Água e Terra (antigo IAP).

O órgão aguardava pelo concurso há 33 anos. “Aumentando o corpo de funcionários competentes, tornamos nossa secretaria ainda mais importante para o desenvolvimento do Paraná, reforçando a segurança técnica e jurídica nos processos de cuidado com o meio ambiente”, ressalta o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes.

Serão 130 vagas: 26 Técnicos de Manejo e Meio Ambiente, 2 Arquitetos, 8 Biólogos, 20 Engenheiros Agrônomos, 4 Engenheiros Cartográficos, 17 Engenheiros Civis, 16 Engenheiros Florestais, 19 Engenheiros Químicos, 3 Geógrafos, 8 Geólogos, 5 Químicos, 1 Sociólogo e 1 Médico Veterinário.

“Com grande número de servidores se aposentando, é primordial que o Estado refaça seu quadro, principalmente em áreas estratégicas, para pôr em prática as políticas públicas previstas pelo governador”, afirmou o secretário da Administração e da Previdência, Reinholds Stephanes.

As funções serão distribuídas para os 21 escritórios regionais do Instituto Água e Terra. “Já contratamos um grande número de residentes técnicos na área da Engenharia Ambiental e agora o concurso suprirá outras necessidades de cada regional”, diz o presidente do Instituto Água e Terra, Everton Luiz da Costa Souza.

As inscrições devem ser realizadas pelo site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) - www.ibfc.org.br – a partir das 9h do dia 26 de fevereiro até às 23h do dia 26 de março. Cada candidato poderá se inscrever somente para uma vaga. O valor da inscrição para a área de Técnico de Manejo e Meio Ambiente é de R$ 70,00 e para as demais áreas R$ 100,00. O boleto deve ser pago até o dia 27 de março.

A prova será aplicada no dia 3 de maio, nas cidades de Curitiba, Cascavel e Maringá, com duração de 4 horas.

Comentários