Prefeitura de Pitanga realiza arrastão para controle do mosquito Aedes Aegypti

Integrantes de diversas secretarias participam de ação em Pitanga

Integrantes de diversas secretarias participam de ação em Pitanga

A Prefeitura de Pitanga promoveu no sábado, dia 15 de fevereiro, um arrastão pelos bairros Maristela, Santa Rosa, saída para o Rio do Meio, Maria do Carmo, Jardim Maravilha, Primavera, Santa Isabel, Jardim Paraíso e no entorno do parque do Lago, onde foram recolhidos materiais que possam servir como criadouros do mosquito Aedes Aegypti, principal transmissor da Dengue, Zika Vírus e Febre Chikungunya. A ação, que teve a participação das secretarias de Saúde, Meio Ambiente, Interior, Administração, Cidade e da Vigilância em Saúde, recolheu mais de 30 caminhões de resíduos, que foram destinados à Associação dos Agentes Ambientais de Pitanga (AAGAP), que fará a destinação correta. Além da coleta dos materiais, os participantes da ação realizaram um trabalho de orientação e conscientização dos moradores.

A secretária municipal de Saúde de Pitanga, Emily Sakurai, disse que o arrastão superou as expectativas e teve uma grande adesão da população.

Sobre o programa Pitanga Sustentável, Emily Sakurai comenta que essa é mais uma ação que teve adesão em massa e superou as expectativas, já que não apenas as crianças, mas todas as famílias foram mobilizadas e muito materiais que poderiam servir de criadouro tiveram a destinação correta, evitando a proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

O prefeito de Pitanga, Maicol Barbosa, ressalta que ações como essa, aliadas ao envolvimento da população, têm possibilitado que o município tenha um baixo índice de infestação da dengue, em torno de 0,3%. “Quando assumimos, em 2017, o índice de infestação era muito alto e com muito trabalho estamos agora colhendo os frutos”, ressalta.

Pitanga conseguiu passar os últimos três anos sem nenhum caso de dengue e, nesse ano, apesar de duas notificações, ainda não foram registrados casos da doença.

O prefeito lembra que o Paraná está passando por um momento de epidemia de dengue e o município de Pitanga está conseguindo passar por essa fase de forma mais tranquila. “É muito difícil controlar, mas a população está bem consciente na questão da água parada, e a nossa vigilância epidemiológica está muito ativa. Estamos conseguindo colher os frutos e recebemos o convite para levar nossa experiência e os resultados alcançados para outros municípios da região”, cita o prefeito.

Materiais são recolhidos em diversos bairros de Pitanga

Materiais são recolhidos em diversos bairros de Pitanga

Comentários