Repelentes naturais para grávidas, bebês e crianças

Imagem da notícia.

As picadas de mosquito são desagradáveis e podem causar doenças como dengue, Zika e Chikungunya, que podem comprometer a saúde e o bem-estar, por isso, é importante aplicar um repelente para manter estas doenças longe.

Uma boa opção é usar repelentes naturais diariamente, investir em plantas que afastam os insetos e em alimentos que contenham vitamina B1 que, quando ingerida, faz com que o corpo libere substâncias que afastam os mosquitos.

1. Alimentos ricos em vitamina B1

Uma forma de repelir os insetos é consumir alimentos ricos em vitamina B1, como carne de porco, sementes de girassol ou castanha do pará. Esta é uma ótima alternativa de repelente natural, especialmente para as pessoas que têm alergia às picadas de inseto e aos repelentes industrializados, mas de qualquer forma é conveniente usar também um repelente tópico natural.

Outra forma de garantir a ingestão de vitamina B1 é recorrer a um suplemento vitamínico orientado por um nutricionista.

2. Óleos essenciais que protegem a pele

Outra opção de repelente natural, para aplicar na pele, são os óleos essenciais de citronela, copaíba e andiroba.

Óleo de citronela: colocar entre 6 a 8 gotas do óleo de citronela na água do banho, ou aplicá-lo diretamente sobre a pele, diluído com óleo de amêndoa, uva ou camomila;

Óleo de copaíba: adicionar 6 gotas do óleo essencial de copaíba a 2 colheres de sopa de óleo de calêndula e aplicar na pele;

Óleo de andiroba: aplicar o óleo diretamente na pele, até ser totalmente absorvido.

Estes óleos devem ser usados em conjunto com a alimentação rica em vitamina B1, para afastar os mosquitos e podem ser usados em crianças com mais de 2 meses de vida e gestantes, sem prejudicar a saúde. É recomendado aplicar estes óleos com bastante frequência, para ter a devida eficácia, porque os óleos essenciais evaporam muito rapidamente.

3. Velas e plantas que afastam os mosquitos

As velinhas de citronela e os vasos de plantas que tem cheiros mais intensos, como hortelã, alecrim ou manjericão, além de poderem ser usados para temperar os alimentos, também ajudam a afastar os mosquitos. Por isso, ter sempre em casa vasinhos de plantas que são naturalmente repelentes pode ajudar a manter o Aedes Aegypti afastado, protegendo contra doenças.

O uso destes repelentes naturais é uma excelente estratégia para manter os mosquitos longe, sem causar danos ao ambiente ou problemas de saúde, podendo, inclusive, substituir o uso de inseticidas industrializados que geralmente são usados para combater os mosquitos e outros insetos de dentro de casa.

4. Adesivo repelente

Existem à venda nas farmácias, drogarias e na internet, adesivos de citronela que se coloca por cima da roupa, carrinho ou berço do bebê, para manter os insetos afastados. Eles são seguros para usar e não prejudicam o meio ambiente. Estes adesivos protegem uma área de aproximadamente 1 metro de distância e duram cerca de 8 horas, mas é bom verificar na embalagem de cada produto, porque pode variar de uma marca para outra.

5. Pulseira repelente

Outra possibilidade é usar uma pulseira com ação repelente que contém óleos essenciais que afastam os mosquitos. Elas funcionam da mesma forma que os adesivos, tendo durabilidade de até 30 dias e podem ser usadas por pessoas de todas as idades, inclusive bebês. No entanto, deve-se ficar atento, porque a sua eficácia é inferior à dos repelentes químicos.

Comentários