Emater de Ivaiporã busca fomentar agricultura familiar

Equipe do escritório da Emater em Ivaiporã. Por: Antonello Nadal

Equipe do escritório da Emater em Ivaiporã

Fonte: Antonello Nadal

O escritório da Emater em Ivaiporã está desenvolvendo diversas ações voltadas para atender e orientar o produtor rural, que busca assistência técnica. Também há um trabalho de organização rural com a Associação da Agricultura Familiar de Jacutinga, onde é produzido café, e apoia diretamente a Associação de Produtores Rurais do município, voltada para cafeicultores, no trabalho do engenheiro agrônomo Cleverson Souza, por meio do projeto “Mais Gestão”, que é uma parceria entre Emater e Anater, com o objetivo de desenvolver a comunidade; além de um trabalho junto ao Conselho de Desenvolvimento Rural do município, dentro da política de desenvolvimento da agricultura; e bovinocultura de leite, manejo de bovino, manejo de pastagens, manejo sanitário, qualidade do leite, bovino de corte e grãos nas culturas de soja, trigo e milho.

Conforme a médica veterinária e gerente do escritório da Emater em Ivaiporã, Paula Marques Roldão, o objetivo da Emater é o fomento do meio rural. “Independente da produção, o objetivo é fomentar a agricultura familiar como um todo, pois ela é a principal base da alimentação que chega à mesa do brasileiro”, destacou, lembrando que ela é responsável pela parte de produção animal e auxilia técnicos da Emater em municípios da região, que atendem os produtores.

Para incentivar o produtor e a agricultura familiar, a Emater realiza eventos com especialistas para levar a melhor informação para o público atendido, além fomentar a permanência do jovem no campo, maior autonomia da mulher, acesso ao crédito para a agricultura familiar, entre outros.

O engenheiro agrônomo Paulo Eduardo Pereira foi incorporado, recentemente, à equipe do escritório de Ivaiporã, e explicou as diretrizes do trabalho e da atuação como assessor do convênio entre Emater e Fetaep em aproximadamente 27 municípios do Vale do Ivaí, com foco em alguns pontos estratégicos. “Estou atuando em conjunto com os sindicatos de trabalhadores rurais e desenvolvendo também, com alguns escritórios locais, os projetos que são o foco da Emater. Além disso, estamos trabalhando em projetos para ajudar os produtores a desenvolver os setores de hortaliças e fruticultura em Ivaiporã”, citou.

O técnico agrícola Edson Oliveira comentou que o escritório de Ivaiporã também atende produtores de municípios vizinhos, onde não há um extensionista da Emater. “Nossa abrangência é em torno de cinco municípios, onde o agricultor depende de uma assistência”, finalizou, lembrando que a Emater está aberta para Ivaiporã e região, com atendimento no escritório local das 08h00 às 17h00, de segunda a sexta-feira.

Comentários