Jardim Alegre pretende produzir energia para atender iluminação pública

José Roberto Furlan quer tornar projeto modelo para a região

José Roberto Furlan quer tornar projeto modelo para a região

A Prefeitura de Jardim Alegre pretende iniciar, no ano de 2020, a produção de energia elétrica para atender a demanda da iluminação pública do município. Para isso elaborou o projeto de instalação de uma usina de geração de energia solar. O parque com as placas fotovoltaicas será instalado em terreno atrás do antigo Centro Social Urbano e a estimativa é que a estrutura gere, em média, 75 cv, que é equivalente ao consumo de energia da iluminação pública de todo o município.

A prefeitura aguarda a aprovação da Copel para a implantação da usina de geração de energia e deve investir cerca de R$ 300 mil no projeto. O objetivo, segundo o prefeito José Roberto Furlan, é tornar o município autossuficiente na geração de energia para a iluminação pública. O município irá gerar a energia durante o dia e consumir à noite. “A ideia, no futuro, é ampliar esse parque fotovoltaico, para que ele sirva de exemplo para outras cidades da região, e também atender o consumo de energia elétrica dos prédios públicos”, comenta o prefeito.

Mais obras

Furlan também está animado com uma série de obras nesse começo de ano. Nos próximos dias, têm início a reforma da Praça Glorinha Rech, a pavimentação com pedras irregulares da Rua Castelo Branco e recape asfáltico em diversas ruas de Jardim Alegre. “Também pretendemos dar início à pavimentação com pedras irregulares das ruas no distrito de Barra Preta, cujo recurso investido será de aproximadamente R$ 300 mil, sendo R$ 240 mil da devolução da Câmara de Vereadores, resultado da economia do legislativo municipal”, frisa.

Comentários