Dívida de droga é motivo de ameaça em Lunardelli

Um homem acionou a Polícia Militar na manhã da segunda-feira, dia 13 de janeiro, relatando que estaria sendo ameaçado por um traficante local, para o qual estaria devendo a quantia de R$ 300, relativa à dívida de drogas e confessou aos policiais militares ser usuário de crack. O suposto traficante teria feito uma proposta a ele, para que vendesse drogas como forma de pagar a dívida, inicialmente, o homem recusou a proposta, pois está com tornozeleira eletrônica e com restrição de liberdade. Mas, após sofrer novas ameaças e ter sido agredido com um pedaço de madeira e com socos, gerando uma série de hematomas, ele chegou a vender por algum tempo, mas depois o traficante disse que a dívida tinha aumentado.

O homem parou de vender e começou a ser ameaçado novamente até que, no domingo, dia 12 de janeiro, o suposto traficante passou em frente a casa dele e começou a gritar e ameaçar matá-lo. Na noite desse dia, ele teria sido ameaçado com um tiro, que foi disparado em direção à sua residência. O homem foi orientado sobre as medidas a serem tomadas com relação às ameaças.

Comentários