Justiça concede alvará de soltura a médico ivaiporãense e secretária

Imagem da notícia. Por: Divulgação

Fonte: Divulgação

A 4ª Vara Criminal da Comarca de Maringá concedeu alvará de soltura ao médico urologista Marcos Pinheiro e a secretária Fabiana da Silva Ceron, que foram presos na quarta-feira, dia 11 de dezembro, no âmbito da segunda fase da operação Auto-Clave, que investiga a suposta utilização de materiais reutilizados em procedimentos realizados cirúrgicos. Esses materiais, em sua maioria, catéteres de fibra ótica, deveriam ser usados apenas uma vez e depois disso descartados. Eles foram soltos na noite da quarta-feira, dia 18 de dezembro, e deverão responder ao processo em liberdade.

Na terça-feira, dia 17, o médico foi ouvido pelos policiais que comandam a investigação e, segundo sua defesa, esclareceu todos os fatos relativos à operação e reiterou em depoimento sua inocência. Os advogados Beno Brandão e Felipe Moraes não quiseram dar mais detalhes, pois o conteúdo do depoimento corre em segredo de justiça.

A defesa de Fabiana Ceron, representada pelos advogados Álvaro Branco Júnior e Luiz Henrique Maciel Branco, informou que as provas existentes no inquérito não demonstram qualquer irregularidade ou crime cometido no exercício de sua função e, por isso, a prisão foi revogada.

Comentários