Alunos da região se destacam na OBMEP 2019

Equipe pedagógica do Colégio Antônio Dorigon

Equipe pedagógica do Colégio Antônio Dorigon

O Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e a Sociedade Brasileira de Matemática, juntamente com o Ministério da Educação e Cultura (MEC), divulgaram, na semana passada, os premiados na 15ª edição da OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas), que nesse ano também teve a participação das escolas da rede particular de ensino. Em todo o Brasil, foram mais de 18,1 milhões de alunos inscritos desde a primeira fase, com mais de 54 mil escolas participando da competição.

Nesse ano, nenhum aluno da região conseguiu medalhas a nível estadual, mas diversas escolas tiveram alunos classificados entre os mil melhores alunos do Paraná e, com isso, receberão um certificado de menção honrosa.

Em toda a região central, os melhores desempenhos foram dos colégios estaduais Anibal Khury, de Iretama, que tiveram seis alunos com menção honrosa, e Antônio Dorigon, de Pitanga, com cinco estudantes que receberão o certificado. No total, foram 54 estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio que foram contemplados com a menção honrosa. Eles ficaram entre os mil melhores do Paraná nos níveis I, II e III.

Para a direção do Colégio Aníbal Khury, a participação da escola na OBMEP 2109 foi positiva e isso motiva a continuidade do trabalho que vem sendo feito para dinamizar o ensino de matemática e a participação dos alunos nesse evento tão importante na descoberta de talentos, que melhorarão o desenvolvimento da matemática e da ciência no país.

O Projeto Político Pedagógico do colégio prioriza o desenvolvimento em todas as áreas do conhecimento suas habilidades específicas. Em matemática, os alunos são encorajados, desde o princípio, a lidar com os números e cálculos de forma lúdica e também crítico-reflexiva. Eles aprendem a funcionalidade e a aplicação dos conhecimentos da disciplina em situações do próprio cotidiano. O primeiro passo é fazê-los acreditar que são capazes, incentivá-los a participar e vencer os próprios limites, isso faz com que se sintam seguros e motivados a cada nova conquista.

O Aníbal Khury já obteve duas medalhas de bronze, nos anos de 2010 e 2011, e nos últimos cinco anos, incluindo 2019, conquistou 20 certificados de menção honrosa. “Percebemos que, com os bons resultados alcançados a cada nova edição da OBMEP, os alunos estão cada vez mais empenhados em busca de melhores resultados. O trabalho em conjunto com o corpo docente, equipe pedagógica, direção e família são os fatores primordiais para o bom êxito dos discentes”, cita a equipe diretiva do colégio.

Alunos do Colégio Aníbal Khury posam para foto junto com professores

Alunos do Colégio Aníbal Khury posam para foto junto com professores

Já a pedagoga Angelica Scariot, do Colégio Estadual Antônio Dorigon, comenta que todos os anos os alunos realizam a prova e que, na edição de 2019, houve um resultado muito positivo, inclusive, com dificuldades para selecionar os alunos que estavam classificados para realizar a segunda fase. “Fizemos uma seleção e aqueles que tiveram resultado semelhante na primeira fase foram selecionados pelo rendimento que tiveram na disciplina”, frisa.

Os professores que trabalham a disciplina com os alunos foram Ângela Maria Knupp, Gremanes Czekster Alexandre e Geraldo Blaka. O colégio já havia conquistado uma medalha de bronze em uma das edições anteriores.

Uma dos motivos para esse desempenho da escola é o funcionamento de uma sala de altas habilidades, que trabalha em contraturno escolar, e é frequentada pelos alunos que têm se destacado e tem como objetivo potencializar ainda mais essas características dos alunos do Antônio Dorigon.

Alunos que se destacaram na OBMEP

Imagem da notícia.

Comentários