Termina campanha de vacinação contra sarampo

Janaina Freire recebe dose contra sarampo. Por: Antonello Nadal

Janaina Freire recebe dose contra sarampo

Fonte: Antonello Nadal

Terminou no sábado, 30 de novembro, a campanha nacional de vacinação contra sarampo para adultos de 20 a 29 anos, data em que aconteceu o Dia “D” da campanha para este público. A segunda etapa da campanha nacional de vacinação contra sarampo teve início em 18 de novembro.

Jovens na faixa etária desta fase da campanha são maioria entre os casos registrados. Segundo dados recentes, eles respondem por 30,6% do número total de casos de sarampo no Brasil.

Segundo o Ministério da Saúde, 11.896 casos da doença e 15 óbitos foram confirmados no país até o começo de novembro. A maioria deles (93,2%) está concentrada no estado de São Paulo.

O movimento no Posto de Saúde Central, nas UBS São Luiz e Alto Porã, e no coreto da Praça Manoel Teodoro da Rocha, locais onde o setor de imunização do Departamento de Saúde atendeu, foi considerado baixo no último dia da campanha. “Grande parte da população adulta/jovem já é imunizada, então o objetivo dessa segunda etapa era colocar em dia quem não tinha certeza se estava vacinado ou que por acaso não completaram o esquema vacinal”, explicou o enfermeiro do Departamento de Saúde de Ivaiporã, João Felipe Marques.

De acordo com o enfermeiro, a vacina é uma prevenção contra o vírus que voltou a circular no Brasil, e com o registro de casos confirmados no Paraná se fez necessário imunizar as pessoas para que o vírus não circule.

Pensando em se prevenir, a estudante Janaina da Silva Freire, 21 anos, foi ao Posto de Saúde Central no último dia da campanha para ser imunizada. “É importante cuidar da saúde e se imunizar enquanto é tempo para não ter complicações com a doença no futuro”, ressaltou a jovem.

Desde o início da primeira etapa da campanha de imunização, no dia 7 de outubro, cujo público alvo eram crianças de 6 meses a menores de 5 anos, a mobilização foi intensa por parte do Departamento Municipal de Saúde.

O enfermeiro lembrou que durante a campanha contra o sarampo foi feita a atualização do calendário das crianças que não tinham tomado a vacina tríplice viral completa.

Comentários