Morador de Jardim Alegre é destaque em concurso nacional de projetos

Desenvolver uma casa dentro de um contêiner era objetivo do projeto. Por: Divulgação

Desenvolver uma casa dentro de um contêiner era objetivo do projeto

Fonte: Divulgação

O morador de Jardim Alegre e técnico administrativo da 22ª Regional de Saúde de Ivaiporã, Rivelino Proença Motta Costa, ficou em 2º lugar no 2º Desafio SketchUp Brasil, concurso nacional de projetos na categoria amador. O resultado foi divulgado no dia 19 de novembro.

Rivelino Costa é formado em Processamento de Dados e tem como hobby desenhar casas modelo 3D. “Isso é um hobby, uma maneira de manter a mente ativa, então resolvi pesquisar sobre como fazer modelagem 3D. Eu queria desenhar uma casa para mim e fui aprimorando até que tive a oportunidade de participar desse desafio e ser agraciado com o 2º lugar na classificação entre pessoas do Brasil todo”, explicou, lembrando que foram em torno de 30 projetos finalistas na categoria amador.

Ele comentou que ficou sabendo do concurso por meio do blog SketchUp Brasil e decidiu se inscrever no desafio, que teve como tema Tiny House em Contêiner Marítimo Reciclado, cujo objetivo era desenhar uma casa dentro de um Contêiner, utilizando dois contêineres de 20 peças.

Rivelino Proença Costa representou a região no concurso nacional

Rivelino Proença Costa representou a região no concurso nacional

O início do desafio foi em outubro e o prazo final para postagem de imagens era 10 de novembro, mas Rivelino Costa contou que teve em torno de 13 dias para desenvolver o projeto, desde que soube do concurso.

Com um total de 28 horas trabalhadas no projeto, sempre no período noturno, quando retornava do trabalho na 22ª Regional de Saúde, Rivelino Costa revelou que não imaginava conseguir a expressiva classificação entre trabalhos de alto nível e bem elaborados. “Fiquei bastante feliz e ao mesmo tempo surpreso pelo nível dos trabalhos apresentados”, acrescentou.

Ele destacou que, além da divulgação no site da SketchUp Brasil, o 2º lugar no concurso nacional – categoria amador – abre a possibilidade de futuras parcerias no ramo de modelagem 3D.

A banca julgadora, formada por designers, arquitetos e o pessoal que forma o Fórum SketchUp Brasil, avalia critérios como criatividade, texturas e cores, além da modelagem para definir a classificação final do concurso.

Comentários