Dia D contra sarampo vacina crianças menores de 5 anos

Foco desta fase é a vacinação de crianças de seis meses a menores de cinco anos. Por: Antonello Nadal

Foco desta fase é a vacinação de crianças de seis meses a menores de cinco anos

Fonte: Antonello Nadal

A primeira fase da campanha nacional de vacinação contra o sarampo de 2019 teve o Dia D no sábado, 19 de outubro, em todo o Brasil, onde foram vacinadas especificamente crianças de 6 meses a 5 anos incompletos. Até o dia 25 de outubro, o Ministério da Saúde quer vacinar 2,6 milhões de crianças do grupo que constitui o público alvo da campanha.

As crianças são mais suscetíveis às complicações da doença: das 13 mortes por sarampo confirmadas no Brasil nos últimos 90 dias, 7 atingiram menores de cinco anos de idade.

O estímulo à imunização ocorre em meio a um surto que, apesar de se concentrar no estado de São Paulo, já circula em 20 dos 27 estados brasileiros. Nos últimos 90 dias foram registrados 6.192 casos confirmados de sarampo, um aumento de 15% em relação ao período de monitoramento anterior, segundo o ministério. Desses casos, 157 estão concentrados no Estado do Paraná, de acordo com boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), divulgado na semana passada.

Em Ivaiporã, a vacinação que contou com atendimento de profissionais do Departamento Municipal de Saúde, foi disponibilizada no Centro Municipal de Saúde e nas Unidades Básicas de Saúde São Luiz, Vila Nova Porã, Santa Bárbara e Alto Porã.

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica do Departamento Municipal de Saúde, Nilza Fernandes, ressaltou a importância da participação dos pais na campanha, uma vez que o sarampo é uma doença especialmente grave em crianças e contagiosa, podendo se agravar e ter complicações, levando à morte. “Ela é transmitida pela fala, tosse e até pela respiração, por isso, não dá para deixar de imunizar essas crianças”, explicou.

A enfermeira disse que a estimativa do Departamento Municipal de Saúde, até o final da campanha voltada às crianças, é de vacinar entre 5 e 6 mil crianças entre 6 meses a menores de 5 anos de idade. “Acredito que está em torno de 70% de imunizações e, até o final da campanha, devemos ter cobertura total, mas é importante que os pais tragam as crianças para verificarmos se a carteirinha de vacinação está em dia”, reforçou.

Das confirmações no estado, 89 são de pessoas com idade entre 20 e 29 anos. Por isso, a segunda fase da campanha acontece de 18 a 30 de novembro, e pretende imunizar adultos nessa faixa etária que não estejam com a caderneta de vacinação em dia. Nesta segunda fase, haverá um “Dia D”, em 30 de novembro.

Comentários