Lunardelli participará de Fórum Paranaense de Turismo Religioso

Lunardelli é o principal destino de turismo religioso no Paraná

Lunardelli é o principal destino de turismo religioso no Paraná

O município de Lunardelli participa, nos dias 17 e 18 de outubro, em Maringá, do II Fórum Paranaense de Turismo Religioso, organizado pelo Grupo de Trabalho de Turismo do Governo do Estado, Federação do Comércio do Estado do Paraná e Prefeitura de Maringá. O objetivo do evento é contribuir com a qualificação do turismo religioso no Paraná, valorizando o patrimônio histórico e cultural e contribuir com o aumento do fluxo de visitantes.

O diretor municipal de Turismo de Lunardelli, Francisco Izidoro, ressalta que a iniciativa do grupo de trabalho, formado pelo Governo do Estado, é ter como foco o trabalho com o turismo religioso. A comitiva do município de Lunardelli contará com cerca de 20 integrantes, que vão acompanhar as palestras e também o próprio diretor de turismo de Lunardelli vai realizar uma palestra, mostrando a experiência do turismo religioso de Lunardelli. “A ideia é desenvolver o cenário do turismo religioso no Paraná e criar um vínculo maior com as instituições do Estado, pois o cenário do turismo ainda é muito informal”, frisa.

No entanto, o seminário não é voltado apenas para as cidades que já têm alguma relevância no turismo no Paraná, mas para todos os municípios que tenham igreja tradicional ou histórica. “Por isso, estamos convidando os padres e lideranças religiosas de toda a região para participar do seminário”, frisa.

A Diocese de Apucarana terá o padre Célio Tarozo com representante no seminário, já que o bispo Dom Carlos José de Oliveira entende que o setor pode se desenvolver melhor na região e, principalmente, por causa de Lunardelli, que é o principal destino do turismo religioso no Paraná. “É muito importante esse seminário, principalmente para entender a geração de renda que o turismo religioso pode oferecer e as novas oportunidades de geração de renda e fortalecimento do turismo na região”, comenta Izidoro.

Comentários