Seminário de Surdos e Ouvintes será realizado em Jardim Alegre

Seminário acontece pela segunda vez em Jardim Alegre

Seminário acontece pela segunda vez em Jardim Alegre

O Colégio Estadual Cristóvão Colombo de Jardim Alegre promove, no dia 11 de outubro, no Edifício Pascal, ao lado da igreja matriz de Jardim Alegre, o 2º Seminário de Surdos e Ouvintes do Vale do Ivaí. O evento conta com o apoio da Prefeitura de Jardim Alegre, por meio do Departamento Municipal de Educação; Núcleo Regional de Educação de Ivaiporã; Univale e do comércio local, além da Paróquia Nossa Senhora do Rocio.

Nesse ano, o seminário tem como tema: “Universo da Inclusão”, e o principal objetivo é compreender a necessidade de formação do professor para atender quantitativamente a urgente demanda do universo inclusivo, entre eles o de surdos.

A professora Rosângela Carvalho dos Santos Mendonça, proponente e idealizadora do projeto, disse que o seminário foi criado em função da dificuldade que ocorreu em sala de aula pela presença de um aluno surdo. “Percebendo a dificuldade que a intérprete tinha, fiquei preocupada e escrevi o projeto. O Núcleo de Educação tomou conhecimento e gostou da proposta, dando respaldo ao seminário”, frisa.

Para o evento desse ano, a professora fez uma contextualização com um levantamento sobre os profissionais e alunos inseridos na questão da educação especial nas 13 instituições de ensino de Jardim Alegre. “Tenho sentido certa angústia dos professores em relação ao número de casos de transtornos que estão aparecendo no sistema de ensino e a dificuldade que existe em lidar com esses casos”, frisa a professora, que detecta um aumento no universo da inclusão a cada ano, com o aumento no número de alunos nas salas de recursos e de educação especial.

No seminário do ano passado, 8 municípios estavam representados e, para esse ano, as inscrições já estão praticamente encerradas e com participantes de praticamente toda a região. “Almejamos satisfazer o público inscrito, procurando contribuir com o crescimento pessoal e profissional de cada um em benefício de uma educação inclusiva. É isso que estamos propondo aos palestrantes”, comenta a professora.

A diretora do colégio estadual Cristóvão Colombo, Sara Jane Jean Domingo Al-Ghadban, ressaltou que o resultado alcançado no primeiro seminário estimulou a realização desse segundo, que já está sendo considerado um sucesso. A diretora destaca o trabalho de pesquisa da professora Rosângela, que está à frente da organização do evento.

Sara Jane lembra que o colégio sempre tem se preocupado com a questão da inclusão e, recentemente, participou do festival Paralímpico da UEM e, no final do mês de outubro, estará representada em uma competição de badmington em Apucarana. Além disso, a escola mantém o projeto Mão Amiga, que tem sido um exemplo a nível estadual e nacional.

Comentários