Atepi solicita esclarecimentos sobre colocação de rastreador em veículos do transporte escolar

Transportadores pedem a não instalação de rastreadores nos veículos

Transportadores pedem a não instalação de rastreadores nos veículos

A Atepi (Associação dos Transportadores Escolares de Pitanga) realizou uma assembleia, na semana passada, e encaminhou um pedido ao prefeito de Pitanga, Maicol Barbosa, solicitando esclarecimentos sobre a instalação de rastreadores nos veículos que realizam o transporte escolar no município. Na sexta-feira, dia 27 de setembro, eles entregaram a solicitação ao chefe do executivo municipal, que determinou o adiamento da instalação do aparelho nos veículos, até que uma nova reunião com todos os transportadores seja realizada para esclarecer as dúvidas sobre a medida.

O presidente da Atepi, Messias Bernardo, comenta que a principal preocupação dos transportadores é com a possibilidade de redução da liberdade dos motoristas, já que o veículo usado no transporte escolar não é exclusivamente para esse serviço. “Muitos transportadores usam os carros para outras viagens e também como veículo particular e a colocação do GPS pode tirar essa liberdade dos motoristas”, disse o presidente.

Ele disse que muitos motoristas também não veem sentido nesse tipo de fiscalização, tendo em vista que todas as linhas do transporte escolar foram medidas pela Secretaria Municipal de Educação e passaram por uma nova vistoria com GPS e monitoramento por satélite. “Levamos essa reivindicação ao prefeito Maicol Barbosa e ele se dispôs a implementar essa medida e antes se comprometeu a fazer uma reunião com todos os transportadores para ver o que pode ser feito para o GPS”, comenta Messias Bernardo, que aproveitou para agradecer o apoio do prefeito com relação à reivindicação dos transportadores.

Comentários