Comunidades rurais de Ivaiporã recebem ligação de água

Valdete Bonruq festeja chegada de água em Santa Luzia

Valdete Bonruq festeja chegada de água em Santa Luzia

A Sanepar iniciou, na semana passada, a instalação dos cavaletes nas entradas das propriedades rurais que serão beneficiadas com a água potável nas comunidades de Santa Luzia, Cruzeirinho e Severiano, em Ivaiporã. No total, são 135 ligações de água, com um investimento na ordem de R$ 900 mil, com recursos da Sanepar e da Prefeitura de Ivaiporã. A empresa de saneamento está finalizando a operacionalização do poço artesiano, implantação da adutora, que irá levar a água até a casa de tratamento, instalação das redes e ramais de distribuição e dos cavaletes. Já os proprietários rurais ficarão responsáveis em instalar a água do cavalete até a rede interna da casa.

Segundo informações da Sanepar, a vazão do poço na comunidade do Cruzeirinho é de 4 mil litros de água por hora, enquanto a vazão do poço na comunidade do Severiano é de 6 mil litros de água por hora. A rede de água na comunidade do Severiano é de 10.216 metros e nas comunidades do Cruzeirinho e Santa Luzia é de 8.156 metros de tubos – totalizando 18.373 metros de rede. A gestão das bombas, que levam a água do poço artesiano até a casa de tratamento e a operação do sistema, ficará por conta da comunidade, sendo que uma pessoa responsável pelo serviço receberá treinamento para fazer todo o processo. A água que será distribuída aos moradores passará por um tratamento simples, mas terá qualidade para ser consumida normalmente.

A instalação de água para essas comunidades rurais é esperada pelos moradores há décadas. A servidora municipal Valdete do Nascimento Bonruq, que mora na comunidade de Santa Luzia há 40 anos e, há 18 anos, trabalha na Escola Municipal João Pessoa, comenta que essa conquista era muito esperada pela comunidade. Ela relata que, em sua propriedade rural, existe uma dificuldade muito grande de acesso à água, que é conseguida por meio de um poço perfurado no quintal. Nos meses mais secos, é preciso racionar o uso, para não faltar. “Graças a Deus foi colocada essa água e isso é uma bênção para nós”, disse a servidora.

A escola da comunidade também sofria com a questão da água. Para preparar a alimentação dos alunos e para o consumo interno, a Prefeitura precisava fornecer água mineral. Além disso, boa parte das nascentes das localidades beneficiadas apresentava algum tipo de contaminação, que a inviabilizava para o consumo humano. “Estamos muito felizes, porque agora vamos ter a questão da água resolvida aqui na comunidade”, frisa.

O produtor rural Nilton de Souza Matos e o pai Tranquilino Matos também esperam essa ligação de água há 40 anos. Ele comenta que sua propriedade rural também apresenta uma grande dificuldade para o abastecimento de água, especialmente nas épocas de estiagem, como a que ocorreu recentemente. “Todo a ano, essa é a pior época, porque a falta de água é grande e precisamos pedir ajuda aos vizinhos”, lembra o produtor, que precisa também usar a água de um poço. Feliz com a chegada da água, ele salienta que esse benefício vai melhorar muito para toda a comunidade.

O gerente da regional da Sanepar de Apucarana, Luiz Carlos Jacovassi, informou que a instalação dessa água é o cumprimento da missão da empresa, que é prestar um serviço de saneamento de forma sustentável, contribuindo com a melhoria da qualidade de vida dos paranaenses. Ele explica que, a partir de agora, a comunidade será responsável por operar o poço artesiano e cuidar de todo o sistema. “Quando vemos essa obra acontecendo é sinal que a nossa missão está sendo cumprida e esse é o compromisso que a Sanepar tem com a comunidade”, frisa.

Para o prefeito de Ivaiporã, Miguel Amaral, o acesso à água potável e de qualidade é uma forma de garantir condições para que as famílias possam permanecer no campo e, principalmente, resolver um problema que aflige a população dessa localidade há muito tempo. “Esse é um sonho muito antigo que está se tornando realidade e, principalmente, possibilitar às famílias o acesso a água com a garantia de qualidade da Sanepar”, disse o prefeito.

Tranquilino Matos e Nilton Matos aguardavam água potável há 40 anos

Tranquilino Matos e Nilton Matos aguardavam água potável há 40 anos

Comentários