CMDCA promove reunião com candidatos a conselheiros tutelares de Ivaiporã

Comissão eleitoral se reúne com candidatos a conselheiros tutelares. Por: Antonello Nadal

Comissão eleitoral se reúne com candidatos a conselheiros tutelares

Fonte: Antonello Nadal

A Comissão Eleitoral do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) realizou na terça-feira, 3 de setembro, na Agência do Trabalhador de Ivaiporã, uma reunião com os 13 candidatos aptos a disputar a eleição do Conselho Tutelar de Ivaiporã. A votação será no dia 6 de outubro, das 08h00 às 17h00, no Colégio Estadual Idália Rocha.

O objetivo do encontro segundo a presidente da Comissão Eleitoral do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Joice Gonçalves, foi repassar informações sobre a regulamentação da campanha eleitoral que inicia na quarta-feira, 4 de setembro, além de encaminhada aos postulantes ao cargo, uma recomendação administrativa do Ministério Público. “No mês passado tivemos uma reunião entre o CMDCA, candidatos e Ministério Público, quando foram explicadas as normas a serem seguidas durante a campanha eleitoral. Contudo, temos a nossa lei municipal e vamos repassar as orientações e uma cópia da recomendação administrativa”, explicou Joice Gonçalves.

Poderão votar todos os cidadãos ivaiporãenses que estão em dia com as obrigações perante a Justiça Eleitoral. O voto é secreto e será depositado em urnas de lona manuais.

Serão eleitos cinco conselheiros sendo os mais votados considerados titulares, ficando os cinco subsequentes para a suplência. Vale ressaltar que o mandato dos eleitos para o cargo de conselheiro tutelar é de 4 anos.

Os 13 candidatos passaram por uma prova sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e também avaliação de aptidão psicológica. Foram considerados aptos para concorrer ao cargo Tatiane dos Santos Marcondes (101), Luciane dos Santos Rodrigues (102), Luis Carlos dos Santos Borges (103), Vanessa Touzati da Silva (104), Sandra Maria Bueno Farias (105), Isis Mara Kurtz de Souza (106), Anderson de Souza Pinto (107), Ana Léia Caleffi Gonçalves (108), Josilene Luzia Carniato Ciriaco (109), Edicarlo Faria Pereira (110), Nilson Guimarães Bonfim (111), Charles Severino Júnior (112) e Lucas Deivid Dias Leão (113). “É importante eles saberem das regras porque se fugirem delas a candidatura é caçada”, afirmou.

O conselheiro tutelar deve cumprir com eficácia sua missão de garantia de defesa aos direitos da criança e do adolescente confiada pelo ECA (Estatuto do da Criança e do Adolescente). “O conselheiro tutelar deve estar à disposição 24 horas por dia, é um trabalho de garantia de direitos e um serviço público contínuo. A responsabilidade de ser conselheiro é muito grande, porque ele é um braço da justiça”, assinalou Joice Gonçalves.

Comentários