Os 10 possíveis temas da redação do ENEM 2019

Imagem da notícia.

O segredo para fazer uma boa redação no Enem é conseguir estudar aspectos teóricos quanto à pratica de redação e praticar a escrita com muitos temas. Trata-se de um método que pode ser utilizado em diferentes disciplinas, sendo indicado por diversos professores.

Assim como é feito nas áreas de ciências exatas – como física e matemática –, em redação não seria diferente: é necessário muito treino para poder mandar bem no Enem. Para auxiliá-lo(a) nessa jornada, selecionamos alguns temas prováveis de cair no Exame Nacional do Ensino Médio. Essa seleção foi feita considerando discussões atuais presentes em nossa sociedade.

1. Doenças mentais na infância e adolescência

É crescente o número de crianças e adolescentes diagnosticados com transtornos mentais. Passam a surgir nomes, na atualidade, de doenças como hiperatividade, transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH), transtorno bipolar, etc. Dependendo da avaliação médica, o tratamento abrange intervenções medicamentosas e terapia. No entanto, os críticos a esse tipo de solução, como é o caso do Foucault, argumentam que se passou a buscar um comportamento ideal para crianças e adolescentes, sendo que o menor “passo fora da linha” é motivo para o diagnóstico e enquadramento em determinado transtorno.

2. Vacinação de crianças e o combate às doenças epidêmicas

O avanço de grupos na sociedade que são contra a vacinação de crianças já é uma realidade no Brasil. Esse movimento, com número crescente de adeptos também na Europa e nos Estado Unidos, alega que as vacinas podem causar doenças e efeitos adversos no sistema imunológico das crianças. As consequências disso para a sociedade como um todo e sua relação com as doenças epidêmicas já erradicas no Brasil pode ser alvo de cobrança por parte da banca examinadora.

3. Divulgação da ciência para a sociedade

Os avanços científicos são muito importantes para toda a sociedade. No entanto, nota-se que há problemas entre a produção de ciência e sua comunicação à mídia e à população. Avanços nas áreas de medicina, ciência da natureza e tecnologia por vezes demoram a ser divulgados em uma linguagem acessível a leigos, o que gera dúvidas e enganos de interpretação quanto às possibilidades de determinado avanço nessas áreas do conhecimento.

4. Segurança pública no Brasil

A questão da segurança pública foi a principal pauta da campanha eleitoral do atual presidente Jair Bolsonaro, sendo, portanto, um forte candidato à tema de redação nos próximos anos. Nesse viés, é preciso que o estudante saiba elencar as causas da violência urbana, bem como apresentar e discutir possíveis soluções para este problema, por exemplo, em relação à liberação do porte de armas a civis e aumento do policiamento urbano.

5. Preservação da cultura indígena x Expansão do agronegócio

Atualmente, o agronegócio é um dos principais geradores econômicos do Brasil. Uma de suas formas de expansão é a territorial, ou seja, o aumento de áreas para plantio e cultivo de alimentos e criação de gados. Com isso, um conflito se estabelece com as terras indígenas que são importantes para a preservação da cultura indígena e o respeito à vida dessa população. Uma das primeiras medidas do atual presidente foi quanto à demarcação de terras indígenas, que era de responsabilidade da FUNAI e passou a ser do Ministério da Agricultura. Muitas críticas apontam que essa atitude desequilibraria esse conflito. Com isso, o estudante precisa entender esse cenário, se posicionar e saber apresentar propostas para lidar com esse impasse.

6. A influência da tecnologia no convívio familiar

Cada vez mais, o uso da internet e de smartphones aumenta no Brasil.Assim, também vale a reflexão da consequência desse uso demasiado. Pensando no convívio familiar, é possível questionar se isso gera menos preocupação e cuidado dos pais com os filhos e também como o uso da internet pelas crianças também afeta em sua formação.

7. Os desafios para o crescimento econômico do Brasil

Semelhante ao que foi comentado no tema número 5, atualmente o Brasil possui poucas fontes econômicas, sendo sua exportação muito voltada para a agricultura. Muitos econômicos e sociólogos atribuem a isso o fato do Brasil ainda não ter se tornado uma potência econômica internacional. Portanto, um dos principais desafios econômicos que o Brasil enfrenta é a dificuldade em diversificar seus produtos e serviços, principalmente quanto à inovação e tecnologia.

8. Impactos Sociais da divulgação de fake news

Em um tema como esse, o mais importante é se atentar para “a sociedade” para abranger diversas áreas: política, econômica, social. Por exemplo, na política, as fake news podem afetar a escolha dos candidatos durante o período eleitoral; na economia, podem gerar boatos que afetem a bolsa de valores e os investimentos; nas relações sociais, podem criar inimizades, gerar más reputações injustamente etc. Esse é um tema muito próximo da realidade do estudante, facilitando na argumentação e exemplificação das ideias.

9. A importância da diversidade de ideologias na formação do estudante brasileiro

Ideologia, segundo o dicionário Priberam, significa “conjunto de ideias, convicções e princípios filosóficos, sociais, políticos que caracterizam o pensamento de um indivíduo, grupo, movimento, época, sociedade”. Pensando na questão da formação das crianças e jovens nas escolas brasileiras, é crucial entender que para se educar, é preciso fazer pensar. Dessa forma, não é possível existir a ausência de ideologias, pois isso seria a ausência de qualquer tipo de pensamento. Assim, seria muito interessante, em um tema que tratasse sobre ideologia, discutir sobre a pluralidade de ideologias, ou seja, diversas convicções e pensamentos em jogo para a formação do brasileiro.

10. As novas de trabalho no Brasil

Com a recente reforma trabalhista, muitas regras mudaram e novas formas de trabalho têm aumentado na sociedade brasileira, como a terceirização e o trabalho autônomo e/ou empreendedor. Para garantir uma boa argumentação, é importante que o estudante esteja bem informado sobre essas mudanças e saiba também discutir os impactos e consequências das novas e diferentes formas de exercer trabalho no século XXI.

Comentários