Ricardo Souza fala sobre projetos voltados ao campus do IFPR de Ivaiporã

Ricardo Souza é eleito diretor do Ifpr de Ivaiporã

Ricardo Souza é eleito diretor do Ifpr de Ivaiporã

O professor Ricardo Souza foi eleito diretor do campus do Instituto Federal do Paraná (IFPR), em eleição realizada no dia 21 de agosto. Ele obteve 365 votos contra 168 de Rodrigo Barriveira. A eleição contou com votos de professores, servidores e alunos.

O novo diretor é ivaiporãense, filho de Tereza Aparecida Paz da Silva de Souza e Wilson Rodrigo de Souza Júnior, e professor do IFPR desde 2010, ainda quando era extensão de Telêmaco Borba e, no ano seguinte, tornou-se professor efetivo dos cursos de Técnico em Agroecologia, Eletrotécnica, Licenciatura em Física, Tecnólogo em Agroecologia.

Para ele, a principal motivação para concorrer à direção do IFPR, além de toda a história que já tem na instituição, pois faz parte desde o início do processo, é se colocar à disposição da comunidade escolar para avançar ainda mais, tanto em estrutura física como nas ações do Instituto. “Temos um campus ótimo, com uma infraestrutura de laboratório, salas de aula, biblioteca e muito mais; a ideia é avançarmos nos pontos que forem necessários, dando continuidade ao que já temos, sempre com muita responsabilidade e critério”, avalia.

Com o lema #juntospelocampus, que foi o tema de sua campanha para a direção, Ricardo Souza pretende fazer um trabalho conjunto, focado nas pessoas e no sentido de construir uma organização e trabalhar a necessidade de mais infraestrutura e melhoria nas questões pedagógicas, projetos e das aulas. “Pretendo incluir essa minha visão, competência e proatividade a favor do Instituto”, relata.

Atualmente o IFPR de Ivaiporã conta com 80 servidores e 640 alunos, mas a expectativa é que, até 2022, apenas com os cursos já ofertados, o número de estudantes ultrapasse mil, sem contar a maior demanda de professores e servidores do quadro próprio e terceirizados. “Hoje, o IFPR é importante para o município, não apenas pelos cursos que oferece, como projetos de pesquisa, ensino e extensão, mas também pelo volume de recursos para o pagamento de salários, que é considerável e contribui com a economia do município”, relata.

Ele relata que o IFPR já tem parcerias com diversos órgãos, como a Emater, o Sebrae e a própria prefeitura e elas precisam cada vez mais ser fortalecidas. Além disso, existe a necessidade de buscar novas infraestruturas e, para isso, precisamos unir forças com o município. Uma das metas é a construção de um novo bloco didático e de um refeitório. Atualmente, já existe um projeto nesse sentido tramitando junto à reitoria e junto à atual gestão do campus e, segundo Ricardo, ele pretende se empenhar para essa conquista. “Posso garantir, a partir do que eu já faço atualmente, muita dedicação, trabalho, envolvimento e diálogo, e decisões em equipe, para que possamos alcançar esses resultados que o IFPR e Ivaiporã almejam, em infraestrutura, campo pedagógico e aproximação com a comunidade”, define.

O resultado da eleição deve ser publicado de forma oficial no dia 30 de agosto e a homologação deve ocorrer no dia 5 de setembro, na reunião do Conselho Superior do Instituto Federal do Paraná. Somente após essa data é que o diretor eleito saberá quando poderá assumir a direção do IFPR, campus Ivaiporã.

Comentários