Agricultora de Pitanga comemora 100 anos

Filhos comemoram 100 anos de Tecla Streclar

Filhos comemoram 100 anos de Tecla Streclar

A agricultora Tecla Streclar, natural na cidade de Prudentópolis (PR), comemorou 100 anos de vida. Nascida no dia 23 de agosto de 1919, ela reuniu boa parte dos 5 filhos, 18 netos e 22 bisnetos em uma festa, na comunidade rural de Arroio Grande, em Pitanga. Além dos familiares que residem na cidade, também estiveram presentes filhos que moram em Rio Negrinho (SC) e Curitiba.

A produtora rural veio para Pitanga quando tinha 22 anos de idade, assim que se casou com José Streclar, com quem teve 7 filhos: João, que atualmente tem 78 anos, Miguel (in memorian), Nadir, Paulina (in memorian), Teodósio, Lidia e Estefano. Ela tem 18 netos e 22 bisnetos. Seu esposo faleceu em 1990 e, durante toda a vida, eles trabalharam no campo com a produção de feijão, milho, arroz e porco.

Agricultora centenária comemora com familiares em Pitanga

Agricultora centenária comemora com familiares em Pitanga

A festa em comemoração ao centenário de vida foi realizada no domingo, dia 25 de agosto, no salão paroquial da comunidade de Arroio Grande, onde cerca de 150 pessoas, entre familiares e amigos da família, comemoraram, não apenas a longevidade, mas o exemplo de vida e de persistência da produtora rural.

Apesar da avançada idade, Tecla Streclar ainda consegue se comunicar e contou que veio para Pitanga em um carroção coberto e se instalou na comunidade de Borboleta Abaixo. Na época, meados da década de 40, havia poucas pessoas morando naquela localidade e que a maior movimentação ocorria quando havia festa na igreja local. Inicialmente ela veio morar com o marido na casa de um irmão, que já residia em Borboleta Abaixo. Cerca de 8 meses depois, eles construíram uma casa com pinheiro lascado e ficaram na localidade até meados dos anos 60. O filho mais novo de Tecla Streclar, Estefano, havia completado dois anos, quando eles se mudaram para o sítio na comunidade de Arroio Grande, onde também construíram uma casa de madeira lascada, que depois passou por melhorias. Atualmente, ela mora com o filho caçula em uma casa às margens da rodovia PR-466, no sentido para Guarapuava.

Netos posam para a foto com a avó

Netos posam para a foto com a avó

Comentários