Pitanga prepara o Agosto Dourado

Secretária de Saúde, Emily Sakurai

Secretária de Saúde, Emily Sakurai

A Prefeitura de Pitanga e Secretaria Municipal de Saúde irão promover a campanha Agosto Dourado que, em 2019, promove a amamentação no Brasil com base no slogan “empoderar mães e pais, favorecer a amamentação: hoje e para o futuro”.

O objetivo é conscientizar pais e familiares sobre seu papel no apoio à prática do aleitamento materno, criando um ambiente que permita a mãe manter a amamentação como fonte exclusiva de nutrição nos primeiros seis meses de vida e como fonte complementar até os dois anos de idade. A campanha será realizada em agosto, mês que mundialmente é celebrado em prol ao aleitamento materno.

A secretária de Saúde, Emilly Sakurai, informa, juntamente com sua equipe, que propôs estratégias para atrair as gestantes e trabalhar a prática do aleitamento materno. “O aleitamento materno é a maneira ideal de fornecer às crianças os nutrientes que elas necessitam para um desenvolvimento saudável; é considerado um dos melhores investimentos para salvar vidas e melhorar a saúde e o desenvolvimento social e econômico de indivíduos e nações”, comenta a secretária. Ela informa que é preciso elucidar ao máximo o assunto, não apenas neste mês, mas durante todo ano, com a rede de assistências, por meio das unidades de saúde, Estratégias de Saúde da Família, entre outros. “Sempre estaremos à disposição para auxiliar e orientar nesse momento tão delicado e de extrema importância para a família”, frisou.

A prefeitura convida todas as gestantes, puérperas, pais e apoiadores para participar do evento Agosto Dourado, que acontecerá no Centro Cultural, no dia 23 de agosto, a partir das 13h00, com atividades abordando os seguintes temas: “Fortalecimento dos Vínculos Maternos Durante o Aleitamento” e “Técnicas e Posições Adequadas para a Amamentação”. Emilly Sakurai informa que todas as gestantes e mulheres que amamentam receberão, durante o evento, uma almofada para auxiliar o processo do aleitamento materno, além de participar de sorteios de brindes para seus bebês.

A secretária espera, com fortalecimento deste evento, sensibilizar mães, pais e cuidadores, e relata que, embora exista a possibilidade de uma alimentação que não seja o leite materno, esta escolha deve ser sempre exceção. “A regra é a amamentação que, entre outras vantagens, cria um elo de amor entre a mãe e o bebê”, comenta Emily Sakurai.

Comentários